Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/444
Author: Silva, Weigma Michelly da
Advisor: Ramos Júnior, Dernival Venâncio
Title: Momentos formadores na narrativa autobiográfica de um professor das literaturas africanas
Keywords: Manoel de Souza e Silva;Ensino superior brasileiro;Momentos formadores;Literaturas africanas;Narrativas de vida;Life narrative;Brazilian higher education;African literature;Formative processes
Issue Date: 20-Apr-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: SILVA, Weigma Michelly da. Momentos formadores na narrativa autobiográfica de um professor das literaturas africanas. 2016. 123f. Dissertação (Mestrado em Letras: ensino de Língua e Literatura) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras: ensino de Língua e Literatura, Araguaína, 2016.
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar as narrativas do professor Doutor Manoel de Souza e Silva a partir da representação de seus momentos formadores enquanto sujeito leitor, professor e atuante político. Situamos Manoel enquanto sujeito, pois são suas as narrativas de vida que analisamos, bem como os sentidos e sentimentos deixados nas histórias. A originalidade do projeto de Vida e a trajetória profissional se situam num acurado cuidado em garantir ao sujeito biografado sua inscrição em uma narrativa que o legitime enquanto sujeito de sua própria história. Ao conhecer a narrativa de vida de Manoel, a hipótese é a de que se compreenderá um pouco da trajetória do ensino brasileiro a partir da década de 1950; as opções, os desafios e suas realizações têm ligação direta com as lutas de poder, as leis, a participação do Estado na Educação, a valorização profissional do magistério e a política de Pós-graduação implementada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O método História de Vida estimula a constituição desse gênero híbrido, que oscila entre a biografia e a autobiografia. Entender como o professor projeta os momentos formadores que o tornaram professor das Literaturas Africanas é o nosso objetivo central da pesquisa. As reflexões teóricas empreendidas neste estudo foram as de Marie-Christine Josso (2004) como principal referente nas análises. Na concepção desta abordagem, decorre a compreensão de que as narrativas de vida não se reduzem à consciência individual de quem narra, nem tampouco são o lugar de retorno linear a fatos passados. Encontramos, então, quatro momentos, que dividimos em capítulos: as primeiras experiências com a escola e o pai professor; a leitura como empoderamento; a formação universitária e a militância política no Brasil e em Moçambique. Também sobressaiu um momento mais frustrante em sua vida como professor, a sua saída da pós-graduação da UFG, experiência que o marca muito. Perto de aposentar-se, a experiência profissional e a credibilidade intelectual que conquistara, contudo, o leva à UNILAB, instituição na qual se aposentou. Nas narrativas pessoais inscrevem-se sentidos que traduzem um modo de o sujeito organizar e representar suas experiências no mundo. Tentamos encontrar e compreender os momentos marcados por Manoel como aqueles que foram fundamentais para a sua identidade e atuação como docente.
Abstract: This study aims to analyze the teacher's narrative Doctor Manoel de Souza e Silva from the representation of their trainers moments as a subject reader, teacher and political acting. Situate Manoel as a subject, as are their narratives of life that we analyzed, as well as the senses and feelings left in the stories. The originality of Life project and the professional career lie in accurate care to ensure the subject biography his inscription in a narrative that legitimizes as a subject of its own history. By knowing the Manoel life narrative, the assumption is that if you understand a little of the Brazilian educational trajectory from the 1950s; options, challenges and accomplishments are directly linked to power struggles, the laws, the state's participation in education, the professional teaching appreciation and Postgraduate policy implemented by the Higher Education Personnel Improvement Coordination ( CAPES). The Life History method stimulates the creation of this hybrid genre, which oscillates between biography and autobiography. Understanding how the teacher designs trainers moments that made Professor of African Literature is our central objective of the research. The theoretical reflections undertaken in this study were those of Marie-Christine Josso (2004) as the main reference in the analysis. In the design of this approach stems from the realization that the life narratives cannot be reduced to the individual conscience of the narrator, nor are the place of linear return to past events. We find, then four times, which divided into chapters: the first experiences eat school teacher and father; reading as empowerment; university education and political activism in Brazil and Mozambique. Also it stood out a more frustrating time in your life as a teacher, his departure from graduate UFG, experience the brand too. Close to retire, work experience and intellectual credibility won, however, leads to UNILAB, institution in which he retired. In personal narratives form part of meanings that reflect a way of the subject organize and represent their experiences in the world. We try to find and understand the times marked by Manoel as those that were central to their identity and role as a teacher.
URI: http://hdl.handle.net/11612/444
Appears in Collections:Mestrado em Letras: Ensino de Língua e Literatura - PPGL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Weigma Michelly da Silva - Dissertação.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.