Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11612/410
Autor(a): Palmeira, Marlucy Sousa Albuquerque
Orientador: Santos, Roberto de Souza
Título: As territorialidades da prostituição às margens da rodovia BR-153 em Araguaína-TO
Palavras-chave: BR-153;Territórios;Prostituição;Sujeitos sociais;Territories;Prostitution;Social subjects
Data do documento: 20-Abr-2016
Editor: Universidade Federal do Tocantins
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geografia - PPGG
Citação: PALMEIRA, Marlucy Sousa Albuquerque. As territorialidades da prostituição às margens da rodovia BR-153 em Araguaína-TO. 2017. 86f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Porto Nacional, 2017.
Resumo: Este trabalho procura compreender as territorialidades da prostituição às margens da rodovia BR-153 no perímetro urbano de Araguaína-TO, identificando e analisando, no espaço em questão, os fatores que propiciam a instalação desses territórios. Analisa o perfil socioeconômico dos sujeitos sociais envolvidos e a existência da atividade de lenocínio (cafetinagem) no espaço em apreço. Com a construção da BR-153, muitos estabelecimentos têm sido instalados às suas margens, dando origem, inclusive, a partir dessas instalações, a muitos aglomerados urbanos. No perímetro urbano de Araguaína-TO, além dos estabelecimentos comerciais convencionais, tem surgindo outro tipo de comércio: a prostituição. Mulheres e travestis constroem e (des)constroem territórios de prostituição em uma disputa acirrada pelos clientes provenientes do intenso fluxo de pessoas que trafegam pela rodovia. Essa construção e (des)construção provocam uma alternância no uso dos espaços, que durante o dia são ocupados por funcionários e clientes dos estabelecimentos instalados às margens da rodovia, e à noite dão lugar a mulheres e travestis envolvidos na prostituição, e seus clientes. Em virtude desse fenômeno, há uma nítida mudança na paisagem, o que revela um processo de contradição socioespacial. A pesquisa baseou-se em uma revisão bibliográfica, a partir de livros e artigos científicos, e na pesquisa de campo.
Abstract: This research seeks to understand the territoriality of prostitution to the BR-153 highway margins in the urban perimeter of Araguaína-TO, identifying and analyzing, in the space, the factors that favor the installation of prostitution territories. It analyzes the socioeconomic profile of the social subjects involved and the existence of procuring activity (pimping) in the space in question. With the construction of the BR-153, many establishments have been installed on its banks, giving rise even from these facilities, many urban areas. In the urban perimeter Araguaína-TO, in addition to these conventional shops, other emerging trade has arisen: prostitution. Women and transvestites construct and (de)construct prostitution territories in a fierce competition for customers from the heavy flow of people traveling over the highway. This construction and (de)construction cause an alternation in the use of these areas, which during the day are occupied by employees and customers of establishments to highway margins, and at night give way to women and transvestites involved in prostitution and their clients. Because of this phenomenon, there is a distinct change in the landscape, which reveals a process of socio-space contradiction. This research was based on a literature review, from books and scientific articles, and on field research.
URI: http://hdl.handle.net/11612/410
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marlucy Sousa Aalbuquerque Palmeira - Dissertação.pdf2.5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.