Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/153
Author: Santos, Midian Araújo
Advisor: Albuquerque, Francisco Edviges
Title: Contato de línguas: atitudes dos Krahô em relação ao bilinguismo e os empréstimos linguísticos do Português
Keywords: Contato de línguas;Língua Portuguesa;Língua Krahô;Educação Indígena;Bilíngue e Intercultural;Manutenção linguística
Issue Date: 5-Dec-2014
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: SANTOS, Midian Araújo. Contato de línguas: atitudes dos Krahô em relação ao bilinguismo e os empréstimos linguísticos do Português. 2014. 164f. Dissertação (Mestrado em Letras: ensino de Língua e Literatura) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras: ensino de Língua e Literatura, Araguaína, 2014.
Resumo: O contato de línguas é um fenômeno que estabelece diversas consequências nas línguas envolvidas, dentre elas destacamos a mudança de código e os empréstimos. Neste trabalho, descrevemos e analisamos os processos fonológicos e morfológicos existentes nas lexias e expressões que representam os empréstimos linguísticos derivados da língua portuguesa para a língua Krahô, pertencente à família linguística Jê e ao tronco linguístico Macro-Jê (RODRIGUES, 2002). Este estudo está vinculado ao Programa do Observatório de Educação Indígena (OBEDUC / CAPES / UFT) e integra o Programa de Pós-Graduação em Letras da UFT. Com o objetivo de influenciar nas concepções didático-pedagógicas que envolvem o ensino e a aprendizagem da língua materna na Escola Indígena 19 de Abril, investigamos a tipologia dos empréstimos e analisamos suas descrições como um processo atinente à Educação Indígena Escolar Bilíngue, Intercultural, Diferenciada e Específica à luz das contribuições teóricas de Albuquerque (1999; 2007) Romaine (1995; 2001), Weinreich (1953; 2006), Grosjean (1982), Wei (2000), Braggio (1998; 2005), Carvalho (1989). Este estudo está dividido em quatro capítulos. No capítulo 1 são apresentados os aspectos sócio-históricos e linguísticos do povo Krahô. No capítulo 2, discutimos acerca do contato de línguas, Educação Intercultural e as concepções metodológicas que dão sustentação a este estudo. A pesquisa etnográfica baseia-se nas concepções teóricas de Angrosino (2009), Beaud & Weber (2007) e Erickson (1984). No capítulo 3, analisamos aspectos referentes à diversidade linguística e ao bilinguismo. No capítulo 4, apresentamos a tipologia, a descrição e as análises dos empréstimos linguísticos de L2 em L1. As classificações dos itens lexicais neológicos formados por empréstimo usadas por Albuquerque (2009), Carvalho (1989), Haugen apud Weinreich (1953) e Mesquita (2009) serão largamente utilizadas neste trabalho. Esses autores trabalham com línguas em contato e em situação assimétrica analisando a incorporação as palavras novas da língua fonte na língua receptora. Partindo das concepções teóricas desses autores, encontramos na língua Krahô empréstimos i) lexicais, ii) não-lexicais, iii) semânticos e iv) por “loan blends”. Pudemos notar que na escola e na sociedade ocorre um empenho muito forte em favor da manutenção linguística de L1, portanto, esse trabalho pretende ser uma contribuição de fortalecimento à língua e à cultura Krahô bem como à Educação Escolar Krahô na perspectiva bilíngue e intercultural.
Abstract: The language contact is a phenomenon that stablishes several consequences in the languages involved, among which we highlight the codeswitching and borrowings. In this paper, we describe and analyze the phonological and morphological processes existing in existing lexias and expressions that represent the derivatives loanwords from Portuguese to Krahô language, belonging to the language family Jê and Macro- Jê language Trunk (RODRIGUES, 2002). This study is vinculated to OBEDUC / CAPES / UFT and is part of Programa de Pós-Graduação em Letras da UFT. Aiming to reflect on the didactic and pedagogical conceptions involving the teaching and learning of the mother tongue at Indigenous School April 19, we investigated the types of loans and analyze their descriptions as regards the process Indigenous Bilingual Education, Intercultural, Differentiated and Specific based on the contributions of Albuquerque (1999, 2007) Romaine (1995, 2000), Weinreich (1953, 2006), Grosjean (1982), Wei (2000), Braggio (1998, 2005), Carvalho (1989). This study is divided into four chapters. In chapter 1 are presented the socio-historical and linguistic aspects of Krahô people. In the capter two we discuss about the language contact, Intercultural Educacion and about the methodological conceptions that support this study. Ethnographic research is based on theoretical conceptions of Angrosino (2009), Beaud e Weber (2007) and Erickson (1984). In Chapter 3 we analyze aspects related to linguistic diversity and bilingualism. In Chapter 4 presents a typology, the description and analysis of borrowings from L2 into L1. The ratings of neological lexical items used by Albuquerque (2009), Carvalho (1989), Haugen cited Weinreich (1953) and Mesquita (2009) will be used extensively in this work. These authors study languages in contact and asymmetric situation and analyse the incorporation of the new words from source language to receptor language. Based on the theorical conceptions of these authors, into language Krahô we find borrowings i) lexical, ii) non-lexical, iii) semantic and iv) for "loan blends". We was found that, at school and society, there is a very strong fetch in favor of maintaining linguistic L1, hence, this paper is a contribution to strengthen of the language and culture Krahô as well as Krahô School Education in bilingual and intercultural perspective.
URI: http://hdl.handle.net/11612/153
Appears in Collections:Mestrado em Letras: Ensino de Língua e Literatura - PPGL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Midian Araújo Santos - Dissertação.pdf1.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.