Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/989
Authors: Oliveira, Adriano Gomes de Melo
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Tarsis Barreto
Title: Avanço digital do Poder Judiciário: o rompimento das barreiras físicas da atuação territorial dos magistrados em razão do processo judicial eletrônico e a relativização do princípio do juiz natural
Keywords: Processo Judicial Eletrônico;Competência;Princípio do Juiz Natural;Electronic Judicial Process;Competence;Principle of the Natural Judge
Issue Date: 8-Jun-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos - PPGPJDH
Citation: OLIVEIRA, Adriano Gomes de Melo. Avanço digital do Poder Judiciário: o rompimento das barreiras físicas da atuação territorial dos magistrados em razão do processo judicial eletrônico e a relativização do princípio do juiz natural.2018.112f. Dissertação (Mestrado profissional e interdisciplinar em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Prestação Jurisdicional em Direitos Humanos, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação teve por objetivo analisar a possibilidade de superar as barreiras físicas da competência territorial dos juízes, com a finalidade de se adequar às mudanças sociais e estruturais provenientes da nova era digital, no intuito de acompanhar as inovações tecnológicas e implementar uma prestação jurisdicional mais eficiente. O método indutivo e comparativo se mostrou mais viável para desvelar o desenvolvimento das tecnologias no âmbito do Poder Judiciário, especialmente sobre a utilização do processo judicial eletrônico na efetivação da tutela jurisdicional. A era digital trouxe nova definição sobre o espaço e tempo, iniciando um sistema de interação social totalmente dinâmico, rápido e desprendido das barreiras territoriais físicas. O processo judicial eletrônico também trouxe reflexos no âmbito da tutela jurisdicional, propiciando uma justiça mais célere e voltada para acompanhar os aspectos sociais decorrentes da era digital. O processo judicial eletrônico também possibilitou uma melhor gerência dos processos judiciais, permitindo o acompanhamento efetivo da atuação do judiciário. Com a possibilidade de atuação do magistrado desvinculado da barreira física da competência territorial, pretendeu-se demonstrar a possibilidade de um mesmo magistrado poder atuar em diversas comarcas distintas, sem que tal situação violasse o princípio do juiz natural, possibilitando a entrega da tutela de forma rápida e eficaz. Há necessidade de reorganização da distribuição de competências das unidades judiciárias, desinstalando comarcas e varas, a criação de unidades judiciárias para o Núcleo de Apoio às Comarcas, e o fortalecimento da Coordenadoria de Gestão Estratégica e Estatística e Projetos (COGES) com vista ao maior planejamento com relação à produtividade judiciária.
Abstract: This dissertation aimed to analyze the possibility of overcoming as physical barriers to the territorial jurisdiction of judges, with the purpose of adapting as social and structural changes to the new digital era, with no intention to follow as technological innovations and to implement a more efficient. The inductive and comparative method proves to be more viable for the development of technologies without right to power, as well as for the use of the electronic judicial process in the execution of judicial protection. A digital age brought a new definition about space and time, initiating a system of social interaction that was totally dynamic, fast and detached from physical territorial barriers. The judicial process is also a problem of reflection, it is not the property of the judicial protection, providing a faster justice and directed to accompany the essential aspects of the digital era. The electronic judicial process also allowed a better management of judicial processes, allowing effective monitoring of the legal proceedings. With the possibility of a magistrate acting unconnected to the physical barrier of territorial jurisdiction, it was intended to demonstrate the possibility of a single magistrate being able to act in several distinct districts, without which this situation violates the principle of the natural judge, fast and effective. The need to reorganize the distribution of competencies of the judicial units, uninstalling areas and sticks, the creation of judicial units for the Nucleus of Support to the Counties, and the strengthening of the Coordination of Strategic Management (COGES) aiming at greater planning with respect to judicial productivity.
URI: http://hdl.handle.net/11612/989
Appears in Collections:Mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriano Gomes de Melo Oliveira - Dissertação.pdf8.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.