Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/930
Author: Krahô, Renato Yahé
Advisor: Albuquerque, Francisco Edviges
Title: Proposta do projeto político pedagógico da Escola Estadual Indígena 19 de Abril
Keywords: Educação Indígena Krahô;Educação Escolar Indígena;Transdisciplinaridade;Projeto Político Pedagógico;Krahô Indigenous Education;Indigenous School Education;Transdisciplinarity;Political Pedagogical Project
Issue Date: 29-Mar-2017
Citation: KRAHÔ, Renato Yahé. Proposta do projeto político pedagógico da Escola Estadual Indígena 19 de Abril.2017. 110f. Dissertação (Mestrado em Letras: ensino de Língua e Literatura) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras: ensino de Língua e Literatura, Araguaína, 2017.
Resumo: Este trabalho é resultado de uma pesquisa realizada na Aldeia Manoel Alves Pequeno, cujo objetivo é refletir sobre as práticas educativas empregadas pela Escola Indígena 19 de Abril, no processo de ensino e aprendizagem, visando a apresentar uma proposta do Projeto Político Pedagógico para essa escola. Trata-se de um estudo de caso, tendo como base bibliográfica referências fundamentais, tais como: Albuquerque (1999, 2007, 2011, 2012, 2013), Abreu (2012), Araujo (2015) Henriques, Gesteira, Grillo e Chamusca (2007), Melatti (1967, 1972, 1973, 1978 e 1993), Mori (2001), Ribeiro (1995), Rodrigues (1986) e Urquiza ( 2010). Para alcançarmos o propósito da elaboração do Projeto Político Pedagógico da referida escola, aplicamos pesquisa do tipo etnográfico, na perspectiva da abordagem qualitativa. Como metodologia para obtenção dos dados, diversos tipos foram essenciais, sendo elas, a observação participante, diário de campo e conversas espontâneas para que a partir das relações intragrupais e socioculturais do cotidiano de uma Escola Indígena Krahô, fosse possível munir de conhecimentos e vivências do povo Krahô para dar as bases socioculturais necessárias para a inserção da proposta do Projeto Político Pedagógico a ser implementado na educação indígena Krahô, que leve em consideração uma proposta para estrutura curricular indígena Krahô, além das áreas: Ciências da Linguagem, Ciências da Natureza, Ciências da Cultura. Os resultados evidenciam que a interação dos diferentes saberes tradicionais é favorável ao processo de implantação do projeto, uma vez que a Escola Estadual Indígena 19 de Abril tem estabelecido com desenvoltura as articulações entre os Saberes Tradicionais Krahô e os Saberes Escolares, desenvolvendo atividades que contemplam esses conhecimentos, por mais que as burocracias do sistema educacional não indígena sejam uma constante no cotidiano escolar, essa comunidade busca desenvolver um trabalho diferenciado atendendo os preceitos da Constituição Federal de 1988. Nesse sentido, evidenciamos que a efetivação de uma educação escolar indígena bilíngue, intercultural, específica e diferenciada é fator preponderante para a construção de seus próprios processos de ensino e aprendizagem, fortalecendo uma política linguística própria, adotada pela comunidade Krahô com relação ao ensino na escola da aldeia desse povo.
Abstract: This work is the result of a research carried out in the Aldeia Manoel Alves Pequeno, whose objective is to reflect on the educational practices employed by the Escola Estadual Indígena 19 de Abril, in the teaching and learning process, aiming to present a proposal of the Pedagogical Political Project for this school. It is a case study, having as reference bibliographical base, among others, the works of: Albuquerque (1999, 2007, 2011, 2012, 2013), Abreu (2012), Araujo (2015) Henriques, Gesteira, Grillo And Chamusca (2007), Melatti (1967, 1972, 1973, 1978 and 1993), Mori (2001), Ribeiro (1995), Rodrigues (1986) and Urquiza (2010). In order to achieve the purpose of the elaboration of the Pedagogical Political Project of the mentioned school, we developed research of the ethnographic type, from the perspective of the qualitative approach. We used as techniques to obtain the data, participant observation, field diary and spontaneous conversations to, from the intragroup and sociocultural relations of the daily life of a Krahô Indigenous School, we could provide knowledge and experiences of the Krahô people to provide the bases Socio-cultural aspects necessary for insertion of the proposal of the Pedagogical Political Project to be implemented in Krahô indigenous education, taking into consideration a proposal for Krahô indigenous curricular structure, taking into account the following areas: Language Sciences, Natural Sciences and Cultural Sciences. The results show that the interaction of the different traditional knowledge is favorable to the process of implementation of the project, since the State Escola Estadual Indígena 19 de Abril has established with ease the articulations between the Traditional Knowledge Krahô and the School Knowledge, developing activities that contemplate these Knowledge, however much the bureaucracies of the nonindigenous educational system are a constant in school life, yet this community seeks to develop a differentiated work in accordance with the provisions of the Federal Constitution of 1988. In this sense, we show that the implementation of bilingual indigenous school education , Intercultural, specific and differentiated is a preponderant factor for the construction of its own teaching and learning processes, strengthening a language policy of its own, adopted by the Krahô community in relation to teaching in the village school of this people
URI: http://hdl.handle.net/11612/930
Appears in Collections:Mestrado em Letras: Ensino de Língua e Literatura - PPGL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Renato Yahé Krahô - Dissertação.pdf4.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.