Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/914
Authors: Carmo, Andréia Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor: Medeiros, Valéria da Silva
Title: Era uma vez: uma história da história da educação, da infância, do ensino fundamental e do livro didático através do conto de fadas
Keywords: História da Educação;Infância;Contos de fadas;Ensino fundamental;Livro didático;History of Education;Childhood;Fairy tale;Elementary School;Textbook
Issue Date: 6-Mar-2017
Citation: CARMO, Andréia Nascimento. Era uma vez: uma história da história da educação, da infância, do ensino fundamental e do livro didático através do conto de fadas.2017. 146f. Dissertação (Mestrado em Letras: ensino de Língua e Literatura) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras: ensino de Língua e Literatura, Araguaína, 2017.
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa surge da compreensão do potencial dos contos de fadas, como motivadores do interesse pela leitura literária na educação infantil. Partindo do interesse em analisar o percurso dessas narrativas e suas contribuições para a formação da criança, o objetivo deste trabalho é investigar o espaço ocupado pelos contos de fadas na educação infantil, mais especificamente na escola e no livro didático. Dessa forma, direcionamos nosso trabalho para uma breve investigação acerca da história do sentimento de infância, bem como a identificação do espaço ocupado pelo ensino de literatura popular – o conto de fadas – na escola. Em seguida, observamos a abordagem dada a essas narrativas no livro didático, com base nas atividades desdobradas a partir delas. Para a execução da nossa proposta, utilizamos a metodologia de pesquisa bibliográfica e documental buscando aporte teórico em obras de Philippe Ariès, Regina Zilberman, Vladimir Propp, Michèle Simonsen, Jesualdo, Eliana Yunes, Daniela Versiani, Gilda Carvalho, Paulo Freire e outros não menos importantes. Assim, elencamos os seguintes objetivos específicos: 1) traçar um breve histórico da construção social da infância; 2) mapear o percurso da vida escolástica da Idade Média aos dias de hoje; 3) investigar a imbricação e consequências do momento em que a infância é construída socialmente e a transformação do modelo da Alta Idade Média que ocorreram no final do século XVII e que tomaram corpo no século XVIII; 4) recuperar o processo transcritivo dos contos de fada através das coletas dos Irmãos Grimm; 5) Identificar o lugar dos contos de fadas nos marcos legais, na escola e no livro didático do ensino fundamental. Acreditamos que os contos de fadas constituem uma proposta para o estímulo à leitura e produção de texto através da literatura popular, com ganhos significativos para alunos e professores, dentro e fora da sala de aula. Consequentemente consideramos os contos de fadas como ferramenta de ensino, possibilitando o desenvolvimento das habilidades de linguagem – ouvir, falar, ler, escrever – de modo contextualizado enquanto permitem aos alunos, o contato com textos literários, que são elementos imprescindíveis para o processo de construção do leitor literário e da formação da criança.
Abstract: This research arises from the understanding of the potential in fairy tales as motivators of interest in literary reading on early childhood education. Starting from the interest in analyzing the course of these narratives and their contributions to the formation of the child, the objective of this work is to investigate the space occupied by fairy tales in children's education, more specifically in the school and in the textbooks. To do so, we direct our work to a brief research on the history of the feeling as a childhood and the identification of the space occupied by the teaching of popular literature - the fairy tale - at school. Next, we observed an approaching given to these narratives in the textbook, based on the activities deployed from them. For an execution of our proposal, we used a bibliographical and documentary research methodology that searches for the theorist in works by Philippe Ariès, Regina Zilberman, Vladimir Propp, Michèle Simonsen, Jesualdo, Eliana Yunes, Daniela Versiani, Gilda Carvalho, Paulo Freire and others no less important. Thus, we set out the following specific objectives: 1) To draw a brief history of the social construction on childhood; 2) To map the course of the scholastic life in the Middle Ages to the present day; 3) To investigate an imbrication and consequences in the moment when a childhood is socially constructed and the transformation of the High Meddle Ages model that occur at the end of the seventeenth century, that takes shape in the eighteenth century; 4) To recover the process of transcription on fairy tales through the collections of the Grimm Brothers; 5) Identify the location fairy tales in legal landmarks, at school and in the elementary school textbooks. We believe that fairy tales constitute a proposal for stimulating the reading and production in a text through the popular literature, with significant gains for students and teachers, inside and outside the classroom. In this way, we consider fairy tales as a teaching tool, enabling the development of language skills - listening, speaking, reading, writing - in a contextualized way such as teaching students, contact with literary texts, which are essential elements for the process of construction in the literary reader and the formation of the child.
URI: http://hdl.handle.net/11612/914
Appears in Collections:Mestrado em Letras: Ensino de Língua e Literatura - PPGL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andréia Nascimento Carmo - Dissertação.pdf1.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.