Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/491
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Adão Francisco de-
dc.contributor.authorOliveira, Helbaneth Macêdo-
dc.date.accessioned2017-09-01T18:48:43Z-
dc.date.available2017-09-01T18:48:43Z-
dc.date.issued2017-06-23-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Helbaneth Macêdo. Verticalização urbana e segregação socioespacial em Imperatriz-MA: uma abordagem a partir dos bairros Jardim Três Poderes e Maranhão Novo. 2017. 204f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Porto Nacional, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11612/491-
dc.description.abstractThis research seeks to understand the main aspects of the urban verticalization in Imperatriz / MA and its relations with the socio - spatial segregation starting from an approach of the neighborhoods Três Poderes and Maranhão Novo. For that, it is necessary to look for the main theoretical bases on the production of the urban space and the social agents involved in this dynamic, as well as the process of verticalization and socio-spatial segregation, specifically with regard to self-segregation, wich are considered as fundamental for the analysis of the spatial organization in Imperatriz. From the methodological point of view, the qualitative approach of the different contrasts present in the urban morphology prevails, expressions that come from the action of capital in the spatial organization of the city. It is also considered the use of research techniques such as unsystematic observation, documentary analysis and semi-structured interviews, which enabled the elaboration of tables, charts, maps and graphs fundamental to interpret the vertical dynamics of the urban space of Imperatriz and the socio-spatial segregation in the neighborhoods Três Poderes and Maranhão Novo. Thus, it can be seen that the present study achieves the proposed objectives, given that in the light of the reflections raised here, it was possible to identify the process of verticalization in Imperatriz, as well as the historical configuration of the studied districts, and also their close relationship with self-segregation. In this sense, this work presents a directed effort to interpret the spatial dynamics of Imperatriz, in particular the verticalization of the neighborhoods Três Poderes and Maranhão Novo and their contribution to the process of urban restructuring that the city has been through.pt_BR
dc.formatapplication/pdfen_US
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Tocantinspt_BR
dc.rightsOpen Accessen_US
dc.subjectVerticalização urbanapt_BR
dc.subjectSegregação socioespacialpt_BR
dc.subjectImperatriz-MApt_BR
dc.subjectBairros Jardim Três Poderes e Maranhão Novopt_BR
dc.subjectUrban verticalizationpt_BR
dc.subjectSocio-spatial segregationpt_BR
dc.subjectNeighborhoods Jardim Três Poderes and Maranhão Novopt_BR
dc.titleVerticalização urbana e segregação socioespacial em Imperatriz-MA: uma abordagem a partir dos bairros Jardim Três Poderes e Maranhão Novopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.resumoEsta pesquisa buscou compreender os principais aspectos da verticalização urbana em Imperatriz/MA e, suas relações com a segregação socioespacial partindo de uma abordagem dos bairros Jardim Três Poderes e Maranhão Novo. Para tanto, buscou-se as principais bases teóricas sobre a produção do espaço urbano e os agentes sociais envolvidos nesta dinâmica, assim como o processo de verticalização e segregação socioespacial, especificamente no que tange à autossegregação, os quais se entendem como fundamentais para a análise da organização espacial imperatrizense. Do ponto de vista metodológico prevaleceu a abordagem qualitativa dos diferentes contrastes presentes na morfologia urbana, expressões estas oriundas da atuação do capital na organização espacial da cidade. Considera-se também o uso de técnicas de pesquisa tais como a observação assistemática, a análise documental e a realização de entrevistas semiestruturadas, as quais possibilitaram a elaboração de tabelas, quadros, mapas e gráficos fundamentais para se interpretar a dinâmica vertical do espaço urbano de Imperatriz e, da segregação socioespacial nos bairros Jardim Três Poderes e Maranhão Novo. Assim, depreende-se que o presente estudo alcançou os objetivos propostos, uma vez que em face das reflexões aqui levantadas foi possível identificar o processo de verticalização imperatrizense, bem como a configuração histórica dos bairros estudados, além da estreita relação destes com a autossegregação. Nesse sentido, este trabalho apresentou um esforço direcionado no sentido de se interpretar a dinâmica espacial de Imperatriz, em especial a verticalização dos bairros Jardim Três Poderes e Maranhão Novo e sua contribuição para o processo de restruturação urbana pelo qual a cidade tem passado.pt_BR
dc.publisher.countryBRpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Geografia - PPGGpt_BR
dc.publisher.campusPorto Nacionalpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIApt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helbaneth Macêdo Oliveira - Dissertação.pdf9.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.