Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/486
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorQueiroga, Eugenio Fernandes-
dc.contributor.authorOliveira, Lucimara Albieri de-
dc.date.accessioned2017-08-29T12:22:23Z-
dc.date.available2017-08-29T12:22:23Z-
dc.date.issued2016-06-03-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Lucimara Albieri de. Centros urbanos e espaços livres públicos: produção e apropriação em Palmas-TO. 2016.338f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Federal de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, São Paulo, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11612/486-
dc.description.abstractThis thesis investigates the urban centers and the phenomenon of centralities today, having Palmas, capital of Tocantins State, as the empirical object. Palmas was established, for a still non-existent population, from an urban plan of 1989. Its project rationality precepts are already transgressed in its early years, when it actually enters the capitalist logic of urban space production, and the public administration acts as a key participant in such process. As a result, it triggers the phenomenon of early multi centrality. Its urban centers arise triggering social contradictions, while exposing its urbanization process conflicts. While its main center symbolically evokes the power and is aligned to the hegemonic interests, its popular sub-centers reveal a collective construction of space and rich appropriations of its public open spaces, opening up greater possibilities for urban living and contributing to the formation of citizenship.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsTese apresentada à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Arquitetura e Urbanismo.pt_BR
dc.subjectCentros urbanospt_BR
dc.subjectCentralidadespt_BR
dc.subjectEspaços livres públicospt_BR
dc.subjectForma urbanapt_BR
dc.subjectApropriaçõespt_BR
dc.subjectUrban centerspt_BR
dc.subjectCentralitiespt_BR
dc.subjectPublic open spacespt_BR
dc.subjectUrban formpt_BR
dc.subjectAppropriationspt_BR
dc.titleCentros urbanos e espaços livres públicos: produção e apropriação em Palmas-TOpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.resumoNesta tese, investigam-se os centros urbanos e o fenômeno da centralidade na atualidade, tendo Palmas, capital do Tocantins, como objeto empírico. Palmas foi estabelecida a partir de um plano urbanístico, de 1989, para uma população ainda inexistente. Seus preceitos de racionalidade projetual são transgredidos já em seus primeiros anos, quando adentra efetivamente na lógica capitalista de produção do espaço urbano, tendo a gestão pública como participante fundamental desse processo. Como decorrência, desencadeia o fenômeno da multicentralidade prematuramente. Seus centros urbanos surgem deflagrando as contradições sociais e estampam os conflitos de seu processo de urbanização. Enquanto seu centro principal evoca simbolicamente o poder e está alinhado aos interesses hegemônicos, seus subcentros populares revelam uma construção coletiva do espaço e ricas apropriações de seus espaços livres públicos, abrindo maiores possibilidades para a vivência urbana e contribuindo para a formação da cidadania.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPós-Graduação em Arquitetura e Urbanismopt_BR
dc.publisher.campusSão Paulopt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMOpt_BR
Appears in Collections:Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lucimara Albieri de Oliveira - Tese.pdf30.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.