Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/478
Author: Freiberg, Leandro Beck
Advisor: Stein, Ernildo
Title: Vorhandenheit e linguagem: anotações iniciais sobre o problema do "é" em Heidegger
Keywords: Fundamental ontology;Metaphysical thinking;Heidegger;Sein und Zeit
Issue Date: 25-Nov-2002
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Program: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Citation: FREIBERG, Leandro Beck. Vorhandenheit e linguagem: anotações iniciais sobre o problema do "é" em Heidegger.2002.123f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Porto Alegre, 2002.
Resumo: Este estudo pretende dar continuidade ao mesmo tema abordado em monografia de conclusão de curso de graduação em filosofia. Assim, nosso intento é perceber as razões metodológicas e filosóficas do problema do "é" em Heidegger situado em Ser e Tempo a partir na noção de que as línguas ocidentais são em geral, línguas do pensamento metafísico, e a forma com que este pensamento metafísico exposto por Heidegger se apresenta na relação entre a pergunta pelo ser e o "é". O tema de nossa investigação parte de um ponto imediatamente inserido no cerne do pensamento de Heidegger: O problema do “é“; problema que se estabelece no sentido de perceber o Horizonte que essa pequena palavra representa na ontologia fundamental e em escritos que traçam a elaboração da atmosfera de investigação que Heidegger permite a esta questão. O própósito que se pretende por em discussão realiza a sua intervenção a partir da tarefa hedeggeriana de recuperar as experiências de esquecimento presentes na metafísica, e particularmente, a significação metafísica do "é", ou seja, o ponto investigativo que estabelece a necessidade de elucidação do "é" no interior da experiência heideggeriana de desocultamento do universo metafísico.
Abstract: This study intends to give continuity to the same subject addressed in a monograph of conclusion of graduation course in philosophy. Thus, our intent is to perceive the methodological and philosophical reasons for Heidegger's "is" problem in Being and Time from the notion that Western languages ​​are in general languages ​​of metaphysical thought and how this metaphysical thinking Presented by Heidegger is presented in the relationship between the question of being and the 'is'. The subject of our investigation starts from a point immediately inserted in the core of the thought of Heidegger: The problem of "is"; Problem that is established in the sense of perceiving the Horizon that this small word represents in the fundamental ontology and in writings that trace the elaboration of the atmosphere of investigation that Heidegger allows to this question. The purpose of this discussion is to work out the Hedeggerian task of recovering the experiences of forgetfulness present in metaphysics, and particularly the metaphysical meaning of the "is", that is, the investigative point that establishes the need for elucidation Of "is" within the Heideggerian experience of unveiling of the metaphysical universe.
URI: http://hdl.handle.net/11612/478
Appears in Collections:Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leandro Beck Freiberg - Dissertação.pdf796.38 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.