Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/449
Author: Carvalho, Guilherme Pereira de
Advisor: Oliveira, Adão Francisco de
Title: Educação do/no campo e o contexto da educação na alternância: o caso da escola Família Agrícola de Porto Nacional-TO
Keywords: Ensino de Geografia;Educação do Campo;Plano de curso;Escola Família Agrícola;Agronegócio;Teaching Geography;Field Education;Course plan;School Family Farm;Agrobusiness
Issue Date: 30-Sep-2014
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Geografia - PPGG
Citation: CARVALHO, Guilherme Pereira de. Educação do/no campo e o contexto da educação na alternância: o caso da escola Família Agrícola de Porto Nacional-TO. 2014. 122f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Porto Nacional, 2014.
Resumo: Sabe-se que o setor agropecuário é um dos espaços que gera uma gama de novas relações sobre o território, onde se criam paisagens antagônicas e de profundos impactos sobre a formação espacial que (re)organizam o território brasileiro, o que gera novas disposições territoriais devido ao exercício da atividade agropecuária, que modifica radicalmente as clássicas relações campo-cidade. Considerando a premissa citada, juntamente com a proposta socioconstrutivista de ensino que diverge da rigidez dos procedimentos padrões, com esse olhar sobre o ensino da Geografia no ensino tecnicista, o presente trabalho tem como objetivo geral identificar e analisar as disciplinas que estão voltadas para uma formação que prioriza a Educação do Campo (mesmo no contexto de uma agricultura familiar), bem como as disciplinas que priorizam a formação para o agronegócio (força de trabalho) presentes no plano de curso da EFAPN, em especial no que tange à disciplina de Geografia. Nessa intenção, foram traçados alguns objetivos específicos para a presente verificação, sendo: contextualizar a educação do/no campo e a pedagogia da alternância para compreender, posteriormente, o surgimento da EFAPN enquanto equipamento de ensino no espaço do camponês tocantinense; situar a formação técnica da EFAPN no contexto histórico produtivo das relações agrárias produzidas em meio à expansão do agronegócio; e analisar e apresentar os rompimentos das fronteiras no ensino da EFAPN em relação à formação técnica profissional integrada. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, o ponto de partida foi a análise do plano de curso da EFAPN. Em seguida, fez-se o esforço de (re)visitar todas as categorias de análises que aparecem nas discussões deste trabalho (ensino, ensino de geografia, agronegócio, escolas rurais etc.), primando por uma revisão bibliográfica sobre a educação do/no campo, da pedagogia da alternância e, consequentemente, sobre a vinculação dessas temáticas com a criação da EFAPN. O método utilizado foi o materialismo histórico e dialético, buscando elucidar o processo histórico da educação do campo e sua vinculação à expansão do agronegócio em Porto Nacional. Nessa perspectiva, a presente proposta de pesquisa está inserida na abordagem de um estudo Geo-Territorial. O recorte temporal do trabalho inicia-se na década de 90, quando foi implantada a Escola Família Agrícola no município de Porto Nacional, embora não se deixará de percorrer o caminho histórico de sua implantação, que remonta a década de 60, aqui no Brasil, e também a sua primeira implantação, pautada em meados dos anos 30, na França. O atual trabalho se justifica por se saber que o ensino da geografia caminha a passos lentos no Brasil devido à utilização de abordagens tradicionais utilizadas no processo de ensino e aprendizagem, que não procura privilegiar as vivências e protagonizar os sujeitos na construção do conhecimento. Outra justificativa se dá pela experiência do atual pesquisador no seu último ano de graduação, em meio a um projeto de extensão universitário intitulado “O olhar geográfico sobre a cidade e as manifestações artísticas e culturais: cinema, música, literatura e pintura na construção da cidadania”, da Universidade Federal do Tocantins, que procurou contemporizar, por meio da abordagem socioconstrutivista, o ensino da geografia na EFAPN. Esta pesquisa torna-se complacente por tratar da educação do campo, área do conhecimento com escassos debates no ambiente acadêmico brasileiro e, logo, com infrequentes publicações.
Abstract: It is known that the agricultural sector is one of the spaces that generates a range of new relations over the territory, where antagonistic create landscapes and profound impacts on the spatial formation that (re) organize the Brazilian territory, generating new territorial arrangements due to exercise of farming that radically modifies the classic rural-urban relations. Considering the premise cited along with the social constructivist teaching proposal that deviates from the rigidity of standard procedures, with that look on the teaching of geography in technicist education, this work has as main objective to identify and analyze the disciplines that are focused on training that prioritizes Rural Educat ion (even in the context of a family farm) as well as the disciplines that emphasize training for agribusiness (labor force) present in the course of EFAPN plan, especially regarding the discipline of Geography. This intention to present some specific verification objectives were outlined, namely: Contextualizing education / field and the pedagogy of alternation to further understand the emergence of EFAPN while teaching equipment within the Tocantins peasant; Locate the technical training of the productive EFAPN historical context of agrarian relations produced through the expansion of agribusiness, and; Analyse and present disruptions borders in teaching EFAPN regarding integrated professional technical training. Regarding the methodological procedures, our starting point was to analyze the course plan of EFAPN. Then we made the effort to (re) visit all categories of analyzes appearing in discussions of this work (education, geography education, agribusiness, rural schools, etc.), striving for a literature review on the education / field , pedagogy of alternation and consequently about linking these issues with the creation of EFAPN. The method was dialectical and historical materialism, to elucidate the historical process of field education and linking the expansion of agribusiness in Porto Nacional. In this perspective, the proposed research is embedded in a Geo-Territorial study approach. The time frame of the work begins in the 90s when it was deployed to Family Farm School in the city of Porto Nacional, although we will not let go of the historical path of their deployment that dates back to the 60's here in Brazil and also his first guided implantation into the mid 30s in France. The current work is justified by knowing that the teaching of geography walks at a slow pace in Brazil due to the use of traditional approaches used in the teaching and learning process, which does not seek to privilege the experiences and make most of the subjects in the construction of knowledge. Another reason is to give the experience of current research in their final year of graduation among a university extension project titled "The geographic look at the city and the artistic and cultural events: theater, music, literature and painting in the construction of citizenship" Federal University of Tocantins that sought compromise through social constructivist approach to the teaching of geography in EFAPN. This research becomes complacent in dealing with the Field Education, knowledge area with scarce debates within academic environment and then with infrequent publications.
URI: http://hdl.handle.net/11612/449
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guilherme Pereira de Carvalho - Dissertação.pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.