Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2897
Authors: Santos, Bruna Aline Freire dos
metadata.dc.contributor.advisor: Bolwerk, Aloísio Alencar
Title: Vídeos unboxing e publicidade infantil: a responsabilidade civil do youtuber anunciante
Keywords: Publicidade infantil;Responsabilidade civil;YouTube;Unboxing
Issue Date: 2021
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: Santos, Bruna Aline Freire dos. Vídeos unboxing e publicidade infantil: a responsabilidade civil do youtuber anunciante.29f. Artigo (Graduação)- Curso de Direito, Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2021.
metadata.dc.description.resumo: A plataforma digital YouTube tem se tornado popular entre as crianças e uma prática cuja popularidade vem aumentando nesse espaço é a do unboxing, que consiste em vídeos nos quais seus protagonistas, denominados YouTubers, abrem embalagens e fazem demonstração de novos produtos, como brinquedos e itens colecionáveis. O presente artigo buscou analisar, à luz do Direito do Consumidor, se a eventual publicidade veiculada por meio desses vídeos gera responsabilidade civil por publicidade ilícita do YouTuber anunciante. Para tanto, foi realizada pesquisa exploratória de natureza bibliográfica, em doutrina especializada, e documental, a partir das decisões do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária. Foi empregado o método indutivo, uma vez que se partiu de uma análise de fatos específicos a respeito da atuação dos YouTubers para uma conclusão geral referente ao tema da responsabilidade civil por publicidade ilícita. Verificou-se a presença de elementos da publicidade ilícita nos vídeos unboxing, não só pela abusividade do direcionamento ao público infantil, mas também pelo caráter velado da publicidade. Ademais, concluiu-se pela responsabilidade civil objetiva dos YouTubers que veiculam tais conteúdos, visto que participam ativamente da elaboração da comunicação mercadológica e podem receber contraprestação da empresa fornecedora, além de exercerem grande influência sobre seus seguidores.
Abstract: The digital platform YouTube has become popular among children and a practice whose popularity is increasing on that space is the unboxing, which consists of videos where the protagonists, called YouTubers, present the opening and demonstration of new products, such as toys and collectible items. This paper aimed to analyze, under the Consumer Law, if the possible advertisement served in these videos creates civil liability for illicit advertising of the advertiser YouTuber. For that, exploratory research of bibliographic, in academic publications, and documentary nature, in the decisions of the Brazilian Advertising Self Regulation Council, was carried out. The inductive method was used, since it started from an analysis of specific facts about the performance of the YouTubers to a general conclusion about the civil liability for illicit advertising. The presence of elements of illicit advertising was verified in the unboxing videos, not only because of the unconscionability of targeting children, but also due to the veiled character of the advertisement. Moreover, results showed that YouTubers that share such contente have objective civil liability, because they actively participate in the elaboration of the advertisement and may receive consideration from the supplier, in addition to having great influence on their followers.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2897
Appears in Collections:Direito



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.