Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2868
Authors: Acacio, Mariana Alves
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Nilton Marques de
Title: Análise espacial dos indicadores sociais e econômicos do estado do Tocantins
Keywords: Desenvolvimento Regional;Cluster;Autocorrelação Espacial
Issue Date: 2020
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: ACACIO, Mariana Alves. Análise espacial dos indicadores sociais e econômicos do estado do Tocantins. 52f. Monografia (Graduação)- Ciências Econômicas, Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2020.
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar uma análise espacial dos indicadores sociais e econômicos do Estado do Tocantins. Para tanto, foram aplicados métodos quantitativos, destacando o cálculo do índice de Moran. Além disso, utilizou-se revisão bibliográfica nas teorias do desenvolvimento, bem como, coletou-se dados secundários em fontes oficiais, com vistas ao tratamento da informação espacial. Os resultados obtidos indicam que as microrregiões do Bico do Papagaio e Jalapão apresentam forte vulnerabilidade socioeconômica, enquanto as microrregiões de Porto Nacional e Gurupi manifestam maior desenvolvimento. Além disso, observou-se que o desenvolvimento regional dos municípios tocantinenses não se apresentou de forma homogênea, nem no tempo e nem no espaço, levando em consideração os anos analisados. Dessa forma, ficou evidente a presença de desequilíbrios espaciais, tanto econômicos como sociais. Dadas as condições de aquisição dos dados analisados, torna-se necessária a realização de amostragem, para verificar as mudanças mais recentes nos municípios estudados em relação aos indicadores socioeconômicos propostos. Nota-se ainda, a necessidade de políticas públicas baseadas em evidência que visem a promoção do desenvolvimento regional mais equitativo entre as regiões do Tocantins.
Abstract: The objective of this work was to identify socioeconomic clusters in State of Tocantins. To achieve it, quantitative methods were applied, highlighting the calculation of the Moran index. In addition, a bibliographic review of development theories was used, as well as secondary data were collected from official sources, with a view to the treatment of spatial information. The results obtained indicate that the micro-regions of Bico do Papagaio and Jalapão present strong socioeconomic vulnerability, while the micro regions of Porto Nacional and Gurupi show greater development. In addition, it was observed that the regional development in Tocantins was not homogeneous, neither in time nor in space, considering the years analyzed. Thus, the presence of spatial imbalances, both economic and social, was evident. Given the conditions of acquisition of the analyzed data, it is necessary to carry out sampling to verify the most recent changes in the municipalities studied in relation to the proposed socioeconomic indicators. It is also noted that there is a need for evidence-based public policies aimed at promoting more equitable regional development among the regions of Tocantins.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2868
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariana Alves Acacio- TCC.pdf5.59 MBAdobe PDFView/Open
Mariana Alves Acacio- ATA.pdf367.05 kBAdobe PDFView/Open
Mariana Alves Acacio- Termo de Publicização.pdf105.39 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.