Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2839
Authors: Santos, Ediâiny Freire dos
metadata.dc.contributor.advisor: Gonçalves Filho, Francisco
Title: História e cultura africana e afrobrasileira na obra de Kabengele Munanga: aproximações e distanciamentos nos anos iniciais do Ensino Fundamental
Keywords: História e cultura africana; História afrobrasileira; Kabengele Munanga; História do continente africano.
Issue Date: 22-Jun-2021
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: SANTOS, Ediâiny Freire dos. História e cultura africana e afrobrasileira na obra de Kabengele Munanga: aproximações e distanciamentos nos anos iniciais do Ensino Fundamental. 2018. 51 f. Monografia (Graduação) - Curso de Pedagogia, Campus Universitário de Miracema, UFT, 2018.
metadata.dc.description.resumo: O estudo focou alguns dos elementos da história e cultura da África, a partir da obra de Kabengele Munanga. Ao destacar elementos importantes da história e cultura africana na obra deste autor africano, procurou-se as aproximações e distanciamentos destes conteúdos com os conteúdos e abordagens no ensino da Escola Municipal de Tempo Integral Antônio Uchôa Viana, no Município de Miranorte, Tocantins. Isso foi feito através de um levantamento de dados a respeito da temática da historia, cultura africana e afro-brasileira nos livros didáticos dos anos iniciais do ensino fundamental, bem como dos planos de aula e do projeto político pedagógico da escola. À metodologia utilizada analisou os aspectos étnicos raciais de cinco livros didáticos do primeiro, segundo e quarto ano, da Escola Municipal Antônio Uchôa Viana, sendo eles das disciplinas de História, Língua Portuguesa, Ciências e Matemática. No que diz respeito às imagens encontradas nos livros, verificou-se uma maioria voltada para a imagem do branco. A abordagem direcionada ao continente africano permaneceu na ficção das informações, pois salientou que o continente africano, economicamente falando, é considerado como o continente mais pobre do mundo, apesar de ter uma superabundância em riquezas naturais, culturais e étnicas. Assim, no conjunto, tanto dos livros didáticos quanto das ações pedagógicas não se verifica um cumprimento das orientações das Leis 10.639/03 e 11.645/08, que cobram das instituições e também dos profissionais de ensino, uma abordagem curricular que considere a origem da comunidade e do próprio estudante brasileiro, que, em sua maioria populacional, são formados de afro-brasileiros. Desse modo, no que se refere à construção da identidade do negro, o presente trabalho veio demonstrar a importância de se trabalhar questões étnicos raciais desde os anos iniciais do ensino, fazendo cumprir os marcos legais citados acima.
Abstract: The study focused on some of the elements of Africa's history and culture, from the work of Kabengele Munanga. By highlighting important elements of African history and culture in the work of this African author, we sought approximations and distances of these contents with the contents and approaches in the teaching of the Municipal School of Integral Time Antônio Uchôa Viana, in the Municipality of Miranorte Tocantins. Through a data collection about the history, African and Afro - Brazilian culture in the textbooks of the initial years of elementary school, as well as the lesson plans and the school 's pedagogical political project. Regarding the construction of the identity of the black, the present work demonstrated the importance of working racial ethnic issues from the earliest years of teaching, having as legal framework Laws 10.639 / 03 and 11.645 / 08. The methodology used analyzed the ethnic racial aspects of five first, second and fourth year textbooks of the Antônio Uchôa Viana Municipal School, including the subjects of History, Portuguese Language, Science and Mathematics. As for the images found in the books, there was a majority focused on the image of the white, the approach directed to the African continent remained in the fiction of the information, because it emphasized that the African continent, economically speaking, is considered as the continent more poor in the world, despite having an overabundance in natural, cultural and ethnic riches. Thus, both textbooks and pedagogical actions do not comply with the guidelines of Law 10.639 / 03, which charges from institutions and also from teaching professionals a curricular approach that considers the origin of the community and the student Brazilian population, which, for the most part, are made up of Afro-Brazilians.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2839
Appears in Collections:Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ediâiny Freire dos Santos - Monografia.pdf686.09 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.