Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2718
Authors: Queiroz, Anita Cristina da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Capuchinho, Adriana Carvalho
Title: Multiletramentos e ubiquidade em grupos de aprendizagem de língua inglesa no Facebook: possibilidades e limitações
Keywords: Grupos do Facebook;Língua inglesa;Aprendizagem ubíqua;Multimodalidade;Multiletramentos
Issue Date: 25-May-2021
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: QUEIROZ, Anita Cristina da Silva. Multiletramentos e ubiquidade em grupos de aprendizagem de língua inglesa no Facebook: possibilidades e limitações. 2019. 32 f. Monografia (Especialização) - Curso de Letras Língua Inglesa, Universidade Federal do Tocantins, Porto Nacional, 2019.
metadata.dc.description.resumo: Partindo da observação do grupo BBC Learning English na rede social Facebook, procedemos uma pesquisa documental descritiva do funcionamento de grupos para a aprendizagem de língua inglesa nessa rede social. Pretendemos levantar as contribuições e as limitações desse aporte para sala de aula - ou para além dela. Vivemos na era da comunicação digital, na qual as crianças são nativas digitais (PRENSKI, 2001) e transitam com facilidade na web 2.0. Não vincular o processo de ensino-aprendizagem às novas tecnologias seria estagnar a educação. Adentrar no ambiente de crianças e jovens promovendo os multiletramentos (ROJO, 2014; COPE; KALANTZIS, 2000) é transformador e motivador para os alunos que, muitas vezes, sofrem com o padrão de aulas regidas apenas na lousa e/ou com livros didáticos seguidos à risca. Ao escolher a rede social Facebook, estamos observando o modus autônomo, mas também colaborativo de grupos de aprendizagem, dando ênfase às possibilidades de aprendizagem em qualquer lugar, aproximando-se da realidade atual dos alunos, tornando o ambiente virtual também um aparato pedagógico; pensando o processo ensino-aprendizagem ao alcance das mãos para além da sala de aula e, disponibilizando flexibilidade de tempo e lugar em uma aprendizagem móvel e ubíqua (SANTAELLA, 2013).
Abstract: Based on the observation of the BBC English language learning group on the social network Facebook, we conducted a descriptive documentary research on the functioning of groups for English language learning in this social network. We intend to raise the contributions and limitations of this resource to the classroom - or beyond it. We live in the age of digital communication, in which children are digital natives (PRENSKI, 2001) and can easily navigate on web 2.0. Not to link the teaching-learning process to digital technologies would be to stagnate education. Going into the context of children and young people promoting multiliteracies (ROJO, 2014; COPE; KALANTZIS, 2000) is transformative and motivating for students who are often in standardized classes carried out only on the blackboard and/or with textbooks followed to the letter. By choosing the social network Facebook, we observe the autonomous, but also collaborative modes of learning groups, emphasizing the possibilities of learning anywhere, approaching the current reality of the students, making the virtual environment also a pedagogical apparatus; thus thinking about the teaching-learning process at hand beyond the classroom, providing flexibility of time and place in mobile and ubiquitous learning.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2718
Appears in Collections:Letras – Língua Portuguesa e suas respectivas literaturas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anita Cristina da Silva Queiroz - Monografia.pdf697.82 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.