Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2058
Authors: Khouri, José Ishac Brandão El
metadata.dc.contributor.advisor: Borges , Mônica Veloso
Title: Estratégias de expressão de posse em libras
Keywords: Posse; possuidor; possuído; Libras; Possession; Possessor; Possessum; Libras
Issue Date: 27-Mar-2020
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras - ProfLetras
Citation: KHOURI, José Ishac Brandão El. Estratégias de expressão de posse em libras. 2020. 105f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras, Porto Nacional, 2020.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho é um estudo descritivo sobre o sistema de posse na Língua de Sinais Brasileira – Libras. A posse é um domínio complexo que está presente em todas as línguas do mundo e pode ser definida como um domínio biocultural oriundo da relação entre um ser humano e seus parentes, partes do seu corpo, seus pertences materiais, seus produtos culturais e intelectuais. De um ponto de vista sintático, a posse pode ser expressa de duas maneiras: posse predicativa e posse atributiva (BALDI; NUTI, 2010; HERSLUND; BARON, 2001; SEILER, 2001). Neste trabalho, atemo-nos apenas à posse atributiva. Nesse sentido, os objetivos da pesquisa são: (i) descrever as estratégias de posse disponíveis na Libras, (ii) identificar os sinais pronominais e os sinais lexicais que indicam posse e (iii) descrever alguns padrões articulatórios e sintáticos relacionados à construção de posse. Os dados foram coletados através de: (i) observações e anotações em campo, (ii) vídeos recebidos do aplicativo WhatsApp e de um (iii) corpus sobre piadas que circulam entre os surdos. A análise dos dados contou com o uso do ELAN e do Excel. De acordo com a análise de dados, a posse em Libras acontece por meio de: (i) pronome possessivo, (ii) do sinal PRÓPRIO e por (iii) justaposição. Há pronomes possessivos com a configuração de mão em B, em P e em IX, que apresentam uma distribuição distinta em relação às pessoas do discurso. Os pronomes possessivos possuem um comportamento direcional, de maneira a indicar o referente possuidor e apresentam um padrão de articulação monomanual e posposto, em sua maioria. Os pronomes com a configuração de mão em B e em P são repetidos, em sua maioria, enquanto os pronomes com a configuração de mão em IX são articulados sem repetição. O sinal PRÓPRIO mostra-se um item lexical relacionado à posse em Libras e não substitui o possuidor. A construção de posse por justaposição, na Libras, acompanha a construção núcleo + modificador, em que o referente possuidor é articulado após o possuído. Por fim, identificamos o uso do pronome possessivo com a configuração de mão em P, atrelado a um sintagma verbal, cujo efeito semântico é o apagamento do agente, de maneira que a o evento ocorre espontaneamente, como que causado por ele mesmo.
Abstract: This research is a descriptive study on the possession system in the Brazilian Sign Language – Libras. Possession is a complex domain which is present in all languages of the world and can be defined as a bio-cultural domain derived from the relationship between a human being and his relatives, parts of his body, his material belongings, his cultural and intellectual artefacts. From a syntactic point of view, possession can be expressed in two ways: predicative possession and attributive possession (BALDI; NUTI, 2010; HERSLUND; BARON, 2001; SEILER, 2001). In this dissertation, we focus only on attributive possession. In that sense, the research aims at: (i) describing the strategies available in Libras, (ii) identifying pronominal signs and lexical signs that indicate possession and (iii) describe some articulatory and syntactic patterns related to possession. Data were collected through: (i) field observation and notes, (ii) videos received from the WhatsApp application, and (iii) corpus about deaf jokes. Data analysis included ELAN and Excel. According to data analysis, possession in Libras occurs through (i) possessive pronoun, (ii) sign OWN and (iii) juxtaposition. There are possessive pronouns with the handshape B, P, and IX, which have a distinct distribution regarding the speech person. Possessive pronouns have a directional behavior, in order to indicate the possessing referent and present a monomanual and mostly postponed articulation pattern. Most pronouns with the handshape B and P are repeated, while pronouns with the handshape IX were articulated without repetition. The sign OWN proved to be a lexical item regarding possession in Libras and does not replace the possessor. The construction of possession by juxtaposition, in Libras, follows the construction nucleus + modifier, in which the referent possessor is articulated after the possessed. Finally, we identified the use of the possessive pronoun with P handshape, linked to a verbal phrase, whose semantic effect is the erasure of the cause, so that the event occurs spontaneously, as if caused by itself.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2058
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
José Ishac Brandão El Khouri - Dissertação.pdf2.8 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.