Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1073
Authors: Silva, Gilberto Soares da
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Lia de Azevedo
Title: Indicadores de sustentabilidade de instituições de ensino superior: uma análise do câmpus de Araguaína da Universidade Federal do Tocantins (UFT)
Keywords: Desenvolvimento Sustentável; Indicadores de sustentabilidade; Instituições de Ensino Superior; Câmpus sustentáveis; Sustainable Development; Indicators of sustainability; Higher education institutions; Sustainable Campus
Issue Date: 27-Feb-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol
Citation: SILVA, Gilberto Soares da. Indicadores de sustentabilidade de instituições de ensino superior: uma análise do câmpus de Araguaína da Universidade Federal do Tocantins (UFT). 2018. 181f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: A sustentabilidade tem sido tema de debate em diversos segmentos da sociedade, em virtude do crescente esgotamento dos recursos da natureza. Não obstante, as Instituições de Ensino Superior (IES), inserem-se nesse debate enquanto instituições sociais, buscando implementar práticas mais sustentáveis. Destarte, busca-se compreender, qual a sustentabilidade nas práticas adotadas pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), no Câmpus de Araguaína? Como objetivo geral, este estudo consiste em analisar a sustentabilidade (nas dimensões social, ambiental e econômica) das práticas adotadas pela UFT, Câmpus Universitário de Araguaína – Unidade CIMBA. Para atingir o objetivo geral, buscou-se: propor um conjunto de indicadores, por meio de análise crítica da pesquisa bibliográfica, capazes de demonstrar a sustentabilidade em suas três dimensões; mensurar a sustentabilidade do Câmpus de Araguaína, de acordo com os indicadores propostos; e, apontar possíveis medidas para a promoção da sustentabilidade a partir do diagnóstico realizado. Quanto à metodologia, trata-se de um estudo exploratório e descritivo, de cunho quali-quantitativo, fundamentada em estudos bibliográficos e documentais. A pesquisa se configura como um estudo de caso instrumental, pois foi proposto um conjunto de indicadores, que pode ser aplicada a outros câmpus, e outras IES, com 37 indicadores, dividida em seis aspectos principais: acadêmicos; administrativos; operações e serviços; ensino; pesquisa; e, extensão. Como resultados, verificaram-se algumas práticas sustentáveis no Câmpus, tais como: servidores com formação na área da sustentabilidade; coleta de resíduos perigosos por empresa terceirizada; ementa curricular, projetos de pesquisa e extensão sobre temáticas socioambientais, entre outros. Contudo, percebe-se que há também a ausência de práticas socioambientais em alguns indicadores, a saber: ausência de campanhas de redução no consumo de papel, copos descartáveis e toners; ausência de controle de produção residual comum e aplicação das políticas dos 5 R’s; as compras e licitações ainda não atendem aos critérios sustentáveis estabelecidos nos regulamentos; ausência de programas de graduação voltados para questões socioambientais; maior número de docentes pesquisadores sobre sustentabilidade que discentes, entre outros. Averiguou-se que a UFT apresenta pontos positivos, principalmente nos aspectos acadêmicos, administrativos e de extensão, e possui os principais pontos negativos, nos aspectos de operações e serviços, bem como, alguns indicadores relacionados ao ensino e à pesquisa apresentam pontos positivos e negativos em medidas proporcionais. Dessa forma, foi sugerida um rol de ações e medidas que podem ser implementadas, como maneira de melhorar as deficiências encontradas, e para que a Instituição possa atuar com práticas mais sustentáveis.
Abstract: Sustainability has been the subject of debate in several segments of society, due to the growing depletion of natural resources. Nevertheless, the Institutions of Higher Education (HEI) are inserted in this debate as social institutions, seeking to implement more sustainable practices. Therefore, we seek to understand: what is the sustainability of the practices adopted by the Federal University of Tocantins (UFT), in the Campus of Araguaína? The main objective of this study consists of analyzing the sustainability (in the social, environmental and economic dimensions) of the practices adopted by UFT, in the city of Araguaína at CIMBA campus. To achieve this aim, it was sought: propose a set of indicators, through a critical analysis of bibliographic research, capable of demonstrating sustainability in its three dimensions; measure the sustainability of the Campus de Araguaína, according to the proposed indicators; and, indicate possible measures for the promotion of sustainability based on the diagnosis made. The methodology is an exploratory and descriptive study, qualitativequantitative, based on bibliographical and documentary studies. The research is configured as an instrumental case study, because the set of indicators proposed can be applied to other campuses, and other HEIs. It was proposed 37 indicators, divided into six main aspects: academics; administrative; operations and services; education; research; and, extension. As results, it was observed that there were some sustainable practices in Campus, such as: servers with training in the area of sustainability; collection of hazardous waste by outsourced company; curriculum syllabus, research projects and extension on social and environmental themes, among others. However, there is also the absence of socio-environmental practices in some indicators, namely: absence of reduction campaigns in paper consumption, disposable cups and toners; absence of control of common residual production and application of the 5R’s policies; purchases and bids still do not meet the sustainable criteria established in the regulations; absence of undergraduate programs focused on socio-environmental issues; greater number of teachers involved on sustainability research than students, among others. It was found that the UFT presents positive points, mainly in the academic, administrative and extension aspects, and has the main negative points, on operations and services aspects, as well as, some indicators related to teaching and research have positive and negative points in proportional measures. Thus, it was suggested a list of actions and measures that can be implemented, as a way to improve the deficiencies found, to the Institution to act with more sustainable practices.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1073
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gilberto Soares da Silva - Dissertação.pdf2.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.