Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1008
Authors: Teske, Wolfgang
metadata.dc.contributor.advisor: Ertzogue, Marina Haizenreder
Title: Identidade quilombola, mineração e novas tecnologias: uma análise folkcomunicacional da comunidade Lagoa da Pedra, Arraias-TO
Keywords: Comunidade quilombola Lagoa da Pedra;Arraias-TO;Meio ambiente;Folkcomunicação;Identidade quilombola;Mineração;Novas tecnologias;Quilombola community Lagoa da Pedra;Environment;Folkcommunication;Quilombola identity;Mining;New technologies
Issue Date: 6-Aug-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: TESKE, Wolfgang. Identidade quilombola, mineração e novas tecnologias: uma análise folkcomunicacional da comunidade Lagoa da Pedra, Arraias-TO.2018. 309f. Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se, nesta pesquisa, analisar as mudanças e as permanências culturais da comunidade quilombola Lagoa da Pedra, Arraias-TO, ocorridas a partir do seu reconhecimento como uma comunidade quilombola, em 2004. A análise folkcomunicacional da identidade cultural desta comunidade foi realizada sob dois aspectos: primeiro, sobre os impactos da mineração que estão ocorrendo na região, na voz dos moradores da comunidade; segundo, sobre a apropriação por parte dos quilombolas das novas tecnologias. A pesquisa realizada foi qualitativa e reúne experiência de mais de treze anos de convívio com a esta comunidade. Foi um estudo de caso, com viés histórico, antropológico e etnográfico com a base teórica-metodológica da Folkcomunicação. Como resposta à problematização inicial concluiu-se que houve uma transformação em vários aspectos na Lagoa da Pedra a partir do momento em que foi certificada como comunidade quilombola. Também foi possível perceber, através do depoimento de vários moradores da comunidade, que a chegada das empresas mineradoras trouxe certa insegurança e medo em boa parte da comunidade, principalmente na questão fundiária e também alteração no seu modo de vida. Outra pergunta respondida foi sobre a apropriação das novas tecnologias, como lidam com este novo cenário, seja os mais velhos quanto os jovens e crianças, e as alterações dos saberes e fazeres, a realização, celebrações tanto de cunho religioso quanto folclórico. Por último, pode-se responder a pergunta sobre a questão de uma melhor escolarização, que possibilitou vários jovens a estudar e como isso ajudou a comunidade a manter a sua identidade cultural quilombola, mesmo que ressignificada.
Abstract: The objective of this research was to analyze the changes and cultural permanences of the quilombola community Lagoa da Pedra, Arraias-TO, which occurred after its recognition as a quilombola community in 2004. The folk-communicative analysis of the cultural identity of this community was carried out under two aspects: first, on the impacts of mining that are occurring in the region, on the voice of community residents; second, on the appropriation by quilombolas of new technologies. The research was qualitative and brings together experience of more than thirteen years of living with this community. It was a case study, with historical, anthropological and ethnographic bias with the theoretical-methodological basis of Folkcommunication. As a response to the initial problematization, it was concluded that there was a transformation in several aspects in Lagoa da Pedra from the moment it was certified as a quilombola community. It was also possible to perceive, through the testimony of several residents of the community, that the arrival of the mining companies brought some insecurity and fear in a large part of the community, especially in the land issue and also change in their way of life. Another question answered was about the appropriation of new technologies, how they deal with this new scenario, whether the older ones as young people and children, and the changes in knowledge and practices, the realization, both religious and folkloric celebrations. Finally, the question can be answered on the question of a better schooling, which enabled several young people to study and how this helped the community to maintain its quilombola cultural identity, even if it was redefined.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1008
Appears in Collections:Doutorado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Wolfgang Teske - Tese.pdf10.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.