Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1005
Authors: Faria, Vailton Alves de
metadata.dc.contributor.advisor: Malvasio, Adriana
Title: Conservação dos quelônios amazônicos: ecologia populacional e perfil dos caçadores da espécie Podocnemis Expansa (Tartaruga–da–Amazônia) no entorno do Parque Nacional do Araguaia, Tocantins
Keywords: Alometria;Agropecuária;Consumo;Fêmeas;Nidificação;Tartaruga-daAmazônia;Reprodução;Rio Javaés;Allometry;Agropecuária;Consumption;Females;Nesting;Amazon Turtle;Reproduction;River Javaés
Issue Date: 29-Jun-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: FARIA, Vailton Alves de. Conservação dos quelônios amazônicos: ecologia populacional e perfil dos caçadores da espécie Podocnemis Expansa (Tartaruga–da–Amazônia) no entorno do Parque Nacional do Araguaia, Tocantins.2018. 131f. Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: O trabalho busca contribuir com a compreensão da conservação dos quelônios da espécie Podocnemis expansa através de estudos de ecologia reprodutiva, avanço das fronteiras agropecuárias e do histórico de fiscalização, caça e comercialização desses animais na região central do Corredor Ecológico Araguaia Bananal no Estado do Tocantins. A pesquisa apresenta uma abordagem metodológica dividida em quarto etapas distintas. Inicialmente, busca apresentar e analisar as projeções da produção agropecuária dos municípios de Caseara, Cristalândia, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Marianópolis e Pium com a quantidade de fêmeas de quelônios da espécie P. expansa nidificando nas praias do rio Javaés durante o período de execução do Projeto Quelônios da Amazônia (PQA), compreendido entre 1985 e 2010. Os dados da produção agropecuária foram analisados para a série histórica de 1990 a 2015, através do número de cabeças de gado de corte e área plantada com lavoura temporária e lavoura permanente, todos para o conjunto dos municípios citados. Para análise e previsão dos dados, utilizou-se o modelo de séries temporais Autorregressivo Integrado de Médias Móveis de Box Jenkins (1976). Em seguida, buscou-se avaliar o perfil socioambiental das pessoas que utilizam e/ou comercializam esses animais a partir dos laudos de apreensão e de entrevistas semiestruturadas. Ao todo foram registrados 93 autos de infração, com 589 animais recapturados e devolvidos a natureza, sendo que destes mais de 80% são da espécie P. expansa. Os infratores autuados nas ações de fiscalização se configuram essencialmente como pessoas de baixa renda, com pouca ou nenhuma escolaridade e idade variando entre 21 e 75 anos, todos do sexo masculino. Nas entrevistas, 88,34% afirmaram consumir os animais, sendo que 51,45% apresentaram preferência pela P. expansa, 30,09% pelo P. unifilis, 6,70% consomem Chelonoidis sp e apenas 11,76% não consomem, desse total, 60,19% afirmaram não consumir ovos. 61,16% afirmaram que o principal período de captura é de agosto a dezembro e que os índios são os principais responsáveis pela captura e comercialização, sendo apontados por 49,51% dos entrevistados. Para grande maioria, 67%, não existe fiscalização na região e que, mesmo sem a fiscalização, é razoável a quantidade de animais na natureza. Para 41,74%, o manejo sustentável através de cotas seria a melhor alternativa para preservação e conservação das espécies. Na terceira etapa, foram avaliados os aspectos geomorfológicos das áreas de nidificação da P. expansa entre 1985 e 2010 em cinco praias do rio Javaés na região central do Parque Nacional do Araguaia na Ilha do Bananal. A densidade dos ninhos ao longo das praias mostrou uma preferência desses animais por ambientes que possuem características geomorfológicas distintas, seja em relação às dimensões físicas, elevação do banco de areia ou variações no nível de água no rio. Na quarta e última etapa da pesquisa, buscou-se avaliar o padrão reprodutivo das fêmeas de P. expansa em ambiente natural. O tamanho das fêmeas foi estimado a partir dos rastros deixados por elas durante a deambulação e/ou logo após a postura. Os resultados mostram que fêmeas maiores possuem ninhadas com mais ovos, filhotes maiores e com maior massa corporal.
Abstract: The work seeks to contribute to the understanding of the conservation of the species of Podocnemis expansa by means of studies on reproductive ecology, the advancement of agricultural frontiers and the control, hunting and commercialization of these animals in the central region of the Araguaia Bananal Ecological Corridor in the State of Tocantins. The research presents a methodological approach divided into four distinct stages. Initially, it seeks to present and analyze the projections of the agricultural production of the municipalities of Caseara, Cristalândia, Formoso do Araguaia, Confusion Lagoon, Marianópolis and Pium with the number of females of species of P. expansa species nesting on the beaches of the Javaés river during the period (PQA) between 1985 and 2010. The data of agricultural production were analyzed for the historical series from 1990 to 2015, through the number of heads of cattle and area planted with temporary crops and crops all the municipalities mentioned. For the data analysis and prediction, the Box-Jenkins (1976) SelfCorrelated Integrated Average Averages model was used. Next, the objective was to evaluate the socioenvironmental profile of the people who use and / or commercialize these animals from the seizure reports and semi-structured interviews. In all, 93 infraction notices were registered, with 589 animals recaptured and returned to nature, of which more than 80% belong to the species P. expansa. The offenders assessed in the actions of inspection are essentially as low-income people, with little or no schooling and age ranging from 21 to 75, all males. In the interviews, 88.34% reported consuming the animals, and 51.45% preferred P. expansa, 30.09% P. unifilis, 6.70% consumed Chelonoidis sp and only 11.76% did not consume, of this total, 60.19% stated that they did not consume eggs. 61.16% stated that the main capture period is from August to December and that the Indians are the main responsible for capture and commercialization, being pointed out by 49.51% of the interviewees. For the great majority, 67%, there is no inspection in the region and, even without inspection, the amount of animals in the wild is reasonable. For 41.74%, sustainable management through quotas would be the best alternative for the preservation and conservation of species. In the third stage, the geomorphological aspects of the expansa nesting areas between 1985 and 2010 were evaluated in five beaches of the Javaés river in the central region of the Araguaia National Park on Bananal Island. The density of the nests along the beaches showed a preference of these animals for environments that have distinct geomorphological characteristics, either in relation to the physical dimensions, elevation of the sandbank or variations in the level of water in the river. In the fourth and last stage of the research, the objective was to evaluate the reproductive pattern of P. expansa females in a natural environment. The size of the females was estimated from the traces left by them during ambulation and / or shortly after laying. The results show that larger females have litters with more eggs, larger pups and larger body mass.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1005
Appears in Collections:Doutorado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vailton Alves de Faria - Tese.pdf8.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.