Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/965
Authors: Félix, Mellanie Karoline do Carmo
metadata.dc.contributor.advisor: Cangussu, Alex Sander Rodrigues
Title: Antígeno inativado de Clostridium Novyi tipo B em emulsão W/O: uma prova de conceito em camundongos Swiss visando o controle de necrose hepática de ruminantes
Keywords: Bovinocultura;Clostridium novyi tipo B;Alfa toxina;Necrose hepática;Modelo murino;Vacinas;Emulsão;Imunogenicidade;Cattle breeding;Alpha toxin;Hepatic necrosis;Murine model;Vaccines;Emulsion;Immunogenicity
Issue Date: 9-Mar-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia - PPGB
Citation: FÉLIX, Mellanie Karoline do Carmo. Antígeno inativado de Clostridium Novyi tipo B em emulsão W/O: uma prova de conceito em camundongos Swiss visando o controle de necrose hepática de ruminantes.2018.81f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Gurupi, 2018.
metadata.dc.description.resumo: A bovinocultura brasileira possui grande ênfase no mercado nacional. Doenças que acometem rebanhos comprometem o mercado além de gerarem grandes prejuízos econômicos. O Clostridium novyi tipo B provoca necrose hepática em bovinos através da produção da alfa toxina, uma potente exotoxina que reduz a produtividade através de alterações como hemoglobinúria, redução do apetite, febre, letargia, diminuição da produção de leite e sangue nas fezes. Conter o microrganismo causador torna-se uma busca necessária tanto do ponto de vista econômico quanto social. Entretanto, o controle da doença ainda é realizado por vacinas formuladas com múltiplos antígenos. A emulsão pode ser uma alternativa promissora para a melhoria da adsorção de antígenos nas formulações vacinais. Camundongos da linhagem Swiss foram utilizados a fim de se avaliar aspectos clínicos e validar resultados referentes a composição de uma nova formulação vacinal contendo adjuvante Montanide ISA 61 VG e antígeno inativado de C. novyi. Os testes de caracterização e antigenicidade indicaram a presença da proteína alfa toxina na composição avaliada. A imunogenicidade do antígeno inativado em emulsão W/O (água/óleo) foi verificada e a proporção empregada (40/60) mostrou ser ideal no uso de múltiplos antígenos, apresentando inocuidade, estabilidade do produto, liberação controlada e estímulo da resposta imune. A determinação da concentração de antígeno foi averiguada pela relação antígeno ativo e inativado com soros de animais doentes, visto a eficácia vacinal de 40%. A adequação da concentração de alfa toxina inativada na emulsão mostrou ser necessária para atingir melhores valores de proteção animal. Análises de hemograma, bioquímicas e morfologia de fígado, baço e coxa contribuíram para elucidar os efeitos da emulsão e comprovar necrose hepática nos grupos não imunizados, além de sugerir avanços na adsorção de vacinas. Os resultados possibilitaram o estabelecimento de um modelo murino de infecção de C. novyi com futuras aplicações relacionadas à produção vacinal com múltiplos antígenos emulsificados para controle das clostridioses.
Abstract: Brazilian cattle breeding has great emphasis on the national market. Diseases that affect herds compromise the market as well as generate great economic losses. Clostridium novyi type B causes hepatic necrosis in cattle through the production of alpha toxin, a potent exotoxin that reduces productivity through changes such as hemoglobinuria, reduced appetite, fever, lethargy, decreased milk and stool production. Containing the causative micro-organism becomes a necessary quest both economically and socially. However, control of the disease is still performed by vaccines formulated with multiple antigens. The emulsion may be a promising alternative for the improvement of antigen adsorption in vaccine formulations. Swiss strain mice were used to evaluate clinical aspects and validate results regarding the composition of a new vaccine formulation containing Montanide ISA 61 VG adjuvant and C. novyi inactivated antigen. Characterization and antigenicity tests indicated the presence of the alpha toxin protein in the evaluated composition. The immunogenicity of antigen inactivated in W / O emulsion (water / oil) was verified and the ratio employed (40/60) showed to be ideal in the use of multiple antigens, presenting innocuousness, product stability, controlled release and stimulation of the immune response. The determination of the antigen concentration was investigated by the active antigen ratio and inactivated with sera from sick animals, since the vaccine efficacy was 40%. The suitability of the inactivated alpha toxin concentration in the emulsion was shown to be necessary to achieve better animal protection values. Hemogram, biochemical and liver, spleen and thigh morphology contributed to elucidate the effects of the emulsion and to verify hepatic necrosis in the nonimmunized groups, in addition to suggesting advances in the adsorption of vaccines. The results allowed the establishment of a murine model of C. novyi infection with future applications related to the vaccine production with multiple emulsified antigens to control clostridia.
URI: http://hdl.handle.net/11612/965
Appears in Collections:Mestrado em Biotecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mellanie Karoline do Carmo Félix - Dissertação.pdf846.38 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.