Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/694
Authors: Lacerda, Jan Marcel de Almeida Freitas
metadata.dc.contributor.advisor: Tarouco, Gabriela da Silva
Title: A influência da ONU, da OEA, dos seus corpos burocráticos e de suas interações administrativas na promoção e na defesa da democracia na América Latina
Keywords: Burocracias internacionais;Administração Pública Internacional;Democratização;América Latina;Cooperação interorganizacional;International bureaucracies;International Public Administration;Democratization;Latin America;Inter-organizational cooperation
Issue Date: 18-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Política
Citation: LACERDA, Jan Marcel de Almeida Freitas. A influência da ONU, da OEA, dos seus corpos burocráticos e de suas interações administrativas na promoção e na defesa da democracia na América Latina. 2017.325f. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Universidade Federal de Pernambuco, CFCH, Recife, 2017.
metadata.dc.description.resumo: A presente tese analisa a influência da Organização das Nações Unidas (ONU), da Organização dos Estados Americanos (OEA), de suas burocracias internacionais e de suas relações administrativas intra e extraorganizacionais na promoção e na defesa da democracia na América Latina. A partir das contribuições teóricas do construtivismo social e dos estudos de administração, é possível observar os corpos burocráticos das organizações internacionais como Administrações Públicas Internacionais (APIs) que influenciam a governança global ao distribuir níveis de governo e mudar as condutas dos Estados. A singularidade da América Latina alerta as Organizações Internacionais (OIs) e suas burocracias internacionais quanto às constantes crises democráticas na região, dos problemas econômicos e sociais e das distorções dos princípios democráticos nas sociedades latino-americanas. O objetivo desta tese, então, é investigar a influência das OIs, de suas burocracias e de suas interações administrativas na democracia latino-americana. É defendida a hipótese de que a cooperação entre a ONU e a OEA impacta nas democracias latino-americanas, por meio de suas atuações conjuntas em missões eleitorais, publicações e eventos. Para tanto, adotou o método de análise misto, com técnicas de pesquisa qualitativa e quantitativa combinadas para melhor explicar o fenômeno estudado. Qualitativamente, fez-se revisões literárias e análises documentais sobre as OIs, as burocracias internacionais e as relações interoganizacionais como atores externos nos processos de democratização da América Latina. Já na etapa quantitativa, realizou-se uma análise descritiva aprofundada do banco de dados inédito e foram empregadas as estimações por Mínimos Quadrados Generalizados (MQG) para dados organizados em painel, para 20 países latino-americanos, no período de 2000 a 2015. A estruturação do banco de dados inovador utilizou as atividades dessas organizações na área da democracia, incluindo os eventos, as publicações e as missões políticas e de assistência eleitoral entre os anos selecionados. Os resultados encontrados confirmaram a hipótese de que a cooperação entre ONU e OEA em suas atividades aumenta o nível de democracia latino-americana.
Abstract: The present thesis analyzes the influence of the United Nations (UN), the Organization of American States (OAS), their international bureaucracies and their administrative intra and extra-organizational relations in the promotion and defense of democracy in Latin America. By combining the theoretical contributions of social constructivism and management studies, it is observed that the bureaucratic bodies of international organizations such as International Public Administrations (IPAs) influence global governance by distributing the level of government and changing the conduct of States. The singularity of Latin America alerts the International Organizations (IOs) and their international bureaucracies about the constant democratic crisis in the region, the economic and social problems and the distortions of democratic principles in Latin American societies. In this sense, the purpose of this thesis is to investigate the influence of IOs, their bureaucracies and their administrative interactions in Latin American democracy. The working hypothesis is that cooperation between the UN and the OAS impact on Latin American democracies through their joint actions in electoral missions, publications and events. In order to do so, the mixed analysis method was adopted, with qualitative and quantitative research techniques combined to better explain the investigated phenomena. Qualitatively, the thesis uses literary reviews and documentary analysis about the IOs, the international bureaucracies and the inter-organizational relations as external actors in the processes of democratization in Latin America. The quantitative stage of the research included an in-depth descriptive analysis of the database and the usage of estimates by Generalized Least Squares (GLS) for panel data for 20 Latin American countries, from 2000 to 2015. The structuration of the innovative database of this thesis used the organizations’ activities in democracy including events, publications and political and electoral assistance missions during the selected years. The results confirm the initial hypothesis that cooperation between the UN and the OAS in their activities increases the level of democracy in Latin American.
URI: http://hdl.handle.net/11612/694
Appears in Collections:Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jan Marcel de Almeida Freitas Lacerda - Tese.pdf4.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.