Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/665
Author: Santos, Mayronne Joaquim Fonseca dos
Advisor: Andrade, Valdir Carlos Lima de
Title: Caracterização da relação hipsométrica em um fragmento de cerrado sensu stricto, sul do Tocantins
Keywords: Inventário florestal;Cerrado Tocantinense;Modelos hipsométricos;Forest Inventory;Cerrado of Tocantins;Hypsometric models
Issue Date: 24-Mar-2017
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais - PPGCFA
Citation: SANTOS, Mayronne Joaquim Fonseca dos. Caracterização da relação hipsométrica em um fragmento de cerrado sensu stricto, sul do Tocantins.2017.52f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais, Gurupi, 2017.
Resumo: Este estudo foi conduzido com objetivo de avaliar o emprego de equações hipsométricas em cerrado sensu stricto, focalizando o método de amostragem dos dados de relação hipsométrica. Para isso utilizou-se cinco amostras de 1000 m² (20x50m), em uma área de cerrado sensu stricto localizado no sul do Tocantins. Foram avaliados quarenta modelos hipsométricos e cinco métodos de amostragem com área relativa a área total. Nessa avaliação, além da análise de distribuição dos resíduos, erro padrão residual e coeficiente de determinação, foram adotados os critérios estatísticos: delineamento inteiramente casualizado no esquema de parcelas subdivididas, teste Dunnett, desvio médio absoluto, desvio padrão das diferenças, soma dos quadrados dos resíduos relativos, resíduo percentual, raiz quadrada do erro médio, desvio padrão das diferenças absolutas e correlação linear múltipla. Concluiu-se que a relação funcional Ln (h)=f[Ln(N/d);Ln(dq/d);1/d; Ln(G)] foi a melhor opção para se caracterizar a relação hipsométrica em inventários florestais de cerrado sensu stricto e que deve ser ajustada com dados obtidos em uma área com 40 % da área total da parcela.
Abstract: This study aimed to avaliate the hypsometric equations utilization in cerrado sensu stricto, focusing on the sampling method of hypsometric relationship data. To this end, five samples of 1000m² (20x50m) were used, in a cerrado sensu stricto area situated in south Tocantins. Forty hypsometric models and five sampling methods were used with relative area to total area. In this avaliation, besides the waste distribution analysis, standart error of waste and coefficient of determination, this statistc criteria were also adopted: completely randomized design in a split plot scheme, Dunett test, absolute mean deviation, standart deviation of differences, squares sum of relative residues, percentage residue, medium error square root, standart deviation of absolutes differences and multiple linear correlation. It was concluded that the funcional relation Ln (h)=f[Ln(N/d);Ln(dq/d);1/d; Ln(G)] was the best option to characterize the hyposometric relationship in forest inventory of cerrado sensu stricto and it must be ajusted with the obtained data in a 40% area of the plot total area.
URI: http://hdl.handle.net/11612/665
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mayronne Joaquim Fonseca dos Santos - Dissertação..pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.