Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/599
Author: Sousa, Camila Santos de
Advisor: Giraldin, Odair
Title: Ludus naturae - corporalidade e re-significação ecológica: aventura lúdica no surfe em Florianópolis
Keywords: Corpo;Natureza;Lúdico;Surfe;Aventura;Body;Nature;Adventure;Surf
Issue Date: 28-May-2012
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: SOUSA, Camila Santos de. Ludus naturae - corporalidade e re-significação ecológica: aventura lúdica no surfe em Florianópolis.2012. 105f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2012.
Resumo: Como o corpo humano é concebido, percebido e publicado em suas relações com a natureza, por meio das práticas corporais de aventura em meios naturais, no caso específico, os praticantes do surfe e suas correlações com a visão de mundo e demais aspectos da cultura são os questionamentos centrais deste estudo, analisando a percepção e o ponto de vista a partir da perspectiva ético-existencial e do discurso oral e performático. A ludicidade na construção social desta atividade contemporânea, os elementos da subjetividade e da estrutura de significados resumem esta possível tentativa de (re)aproximação com a natureza. Diante do pressuposto de que o desenvolvimento tecnológico e a estrutura da vida urbana criaram um distanciamento entre homem e natureza e com isso uma possível desconexão entre o homem e sua natureza interna, os praticantes de tais atividades utilizam como elemento discursivo da simbologia moderna o cuidado de si e do outro por meio da integração total com meio ambiente. O hommo ludens pode estar reorientando, através da emoção e da crença no mundo natural, ações com a natureza e o socioambiente no qual está inserido. O local escolhido para a realização desta pesquisa etnográfica foi o município de Florianópolis, Santa Catarina, mais especificamente a sua região insular, devido suas características naturais e a grande quantidade de indivíduos que se dedicam à prática do surfe.
Abstract: The way the human body is conceived, understood and published in their relations with nature, through bodily practices of adventure in the natural environment, in this specific case, the surfers and the correlations with their understanding of the world around them and other aspects of the culture are the central questions of this study, also analyzing the perception and the view from the ethical and existential perspective of the oral and performative discourse. The playfulness in the social construction of this contemporary activity, the elements of subjectivity and the structure of significance summarize this possible attempt to (re) approach to nature. Assuming that the technological development and urban life routine have created a gap between man and nature and thus a possible disconnection between the man and his inner nature, the practitioners of such activities use as a discursive element the modern symbology of self-care and caring about the others through the full integration with the environment. The hommo ludens may be redirecting, through emotion and belief in the natural world, actions with the nature and the social environment in which they are inserted. The site chosen for this ethnographic research was Florianópolis city, in Santa Catarina State, more specifically its insular region, because it’s natural characteristics and the large number of individuals who are dedicated to surfing there.
URI: http://hdl.handle.net/11612/599
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camila Santos de Sousa - Dissertação.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.