Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/493
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRocha, José Damião Trindade-
dc.contributor.authorMaia, Marcos Felipe Gonçalves-
dc.date.accessioned2017-09-04T13:18:23Z-
dc.date.available2017-09-04T13:18:23Z-
dc.date.issued2017-03-10-
dc.identifier.citationMAIA, Marcos Felipe Gonçalves . Discurso midiático da ideologia de gênero e sua ressonância nos planos estadual e municipais de educação do Tocantins.2017. 271f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Educação, Palmas, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11612/493-
dc.description.abstractThis dissertation approaches to the theme of the gender ideology and its reverberation in the regional media of Tocantins after the approval of the State and Municipal Education Plans (2015-2025). It aims to understand the meanings of the expression "gender ideology" from the discourses, motives and / or justifications that have been expressed in Tocantins online regional newspapers for the suppression of sexuality and gender issues of the municipal and state education plans of this Federative state. It uses the qualitative approach and the method of ethnomethodology and critical etnopesquisa, etnopesquisa formation in a multirreferencial way. It brings a bibliographical research to explore the concepts of identity, diversity, difference, gender, sexuality, ideology, gender ideology and educational plan. The documentary research was carried out with three regional newspapers online: Jornal do Tocantins, T1 Notícias and JM Notícia. Thirty-three ethnotexts were collected in all: nine of Jornal do Tocantins, five of T1 News and nineteen of JM News. All these ethnotexts were read from Discourse Analysis. As a result, it is possible to highlight the grouping of ten subsuming notions to understand the expression "gender ideology": 1) "Gender ideology" as being contrary to the natural and "biological" conception of male and female gender; 2) "Gender ideology" as a gay practice, or the gay movement; 3) "Gender ideology" as a possibility of destruction of the [traditional] family; 4) "Gender ideology" as a promoter of precocious sexuality; 5) "Gender ideology" as a misunderstanding of the concept of gender; 6) "Gender ideology" as a usurper of family moral education; 7) "Gender ideology" as non-scientific knowledge; 8) "Gender ideology" as an authoritarian theory; 9) "Gender ideology" as a producer of inconveniences; 10) "Gender ideology" as contrary to a society where the Bible, together with the Federal Constitution and the Civil Code, are pillars of society. We conclude that the use of the word ideology in the expression "gender ideology" is based on a pejorative valuation according to the critical slope of ideology; Its use has been made with the intention of creating a Theocratic State in Brazil in particular by the taking of Education as a field of dispute and of formation of this society; as well as the "Gender Ideology" has also been used to disqualify other forms of scientific knowledge and knowledge that tries to show and denounce the different ways of being male and female in the societies.pt_BR
dc.formatapplication/pdfen_US
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Tocantinspt_BR
dc.rightsOpen Accessen_US
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectSexualidadept_BR
dc.subjectPolítica pública de educaçãopt_BR
dc.subjectSistemas políticospt_BR
dc.subjectIdeologia políticapt_BR
dc.subjectReligião e Educaçãopt_BR
dc.subjectGenderpt_BR
dc.subjectSexualitypt_BR
dc.subjectEducational public policiespt_BR
dc.subjectPolitical systemspt_BR
dc.subjectPolitical ideologypt_BR
dc.subjectReligion and Educationpt_BR
dc.titleDiscurso midiático da ideologia de gênero e sua ressonância nos planos estadual e municipais de educação do Tocantinspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.resumoEsta dissertação reflete sobre a concepção do tema da ideologia de gênero e sua reverberação nas mídias regionais do Tocantins a partir da aprovação dos Planos Estadual e Municipais de Educação (2015-2025). Tem como objetivo compreender os significados da expressão “ideologia de gênero” a partir dos discursos, motivos e/ou justificativas que se manifestaram em jornais regionais online do Tocantins para a supressão das questões de sexualidade e de gênero dos planos municipais e estadual de educação deste estado federativo. Tem como método a pesquisa qualitativa, com inspirações da etnometodologia e etnopesquisa crítica, etnopesquisa formação, bem como da análise do discurso numa perspectiva teórico-metodológica da abordagem multirreferencial. Traz uma pesquisa bibliográfica para exploração dos conceitos de identidade, diversidade, diferença, gênero, sexualidade, ideologia, ideologia de gênero e plano de educação. A pesquisa documental foi realizada com três jornais regionais online: Jornal do Tocantins, T1 Notícias e JM Notícia. Foram coletados trinta e três etnotextos ao todo, sendo nove do Jornal do Tocantins, cinco do T1 Notícias e dezenove do JM Notícia. Todos esses etnotextos foram lidos a partir da análise do discurso. Como resultado é possível destacar o agrupamento de dez noções subsunçoras para compreensão da expressão “ideologia de gênero”: 1) “Ideologia de gênero” como sendo contrária a concepção natural e “biológica” dos gêneros masculino e feminino; 2) “Ideologia de gênero” como prática gay, ou do movimento gay; 3) “Ideologia de gênero” como possibilidade de destruição da família [tradicional]; 4) “Ideologia de gênero” como promotora da sexualidade precoce; 5) “Ideologia de gênero” como má compreensão do conceito de gênero; 6) “Ideologia de gênero” como usurpadora da educação moral familiar; 7) “Ideologia de gênero” como conhecimento não científico; 8) “Ideologia de gênero” como uma teoria autoritária; 9) “Ideologia de gênero” como produtora de inconveniências; 10) “Ideologia de gênero” como contrária a uma sociedade onde a Bíblia junto com a Constituição Federal e o Código Civil são pilares da sociedade. Conclui-se que a utilização da palavra ideologia na expressão “ideologia de gênero” é a partir de uma valorização pejorativa de acordo com a vertente crítica da ideologia; sua utilização tem sido feita com a intenção de criação de um Estado Teocrático no Brasil em especial pela tomada da Educação como um campo de disputa e de formação desta sociedade; assim como a “Ideologia de gênero” tem sido utilizada também para desqualificar outras formas de saberes e conhecimentos científicos que tept_BR
dc.publisher.countryBRpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educação - PPGEpt_BR
dc.publisher.campusPalmaspt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcos Felipe Gonçalves Maia - Dissertação.pdf7.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.