Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/448
Author: Correa, Norma Elena Reynosa
Advisor: Giongo, Marcos
Title: Avaliação de áreas afetadas por queimadas e incêndios florestais no estado do Tocantins em 2015
Keywords: Fogo;Cerrado;Correlação;Sensoriamento remoto;Correlation;Fire;Remote sensing;Savanna
Issue Date: 23-Feb-2017
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais - PPGCFA
Citation: CORREA, Norma Elena Reynosa. Avaliação de áreas afetadas por queimadas e incêndios florestais no estado do Tocantins em 2015.2017.42f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais, Gurupi, 2017.
Resumo: O uso de técnicas de sensoriamento remoto além de auxiliar na detecção, monitoramento ou identificação de áreas afetadas por queimadas e incêndios florestais, permite realizar análises voltadas para caracterização e avaliação de ocorrências de fenômenos numa paisagem em diferentes escalas temporais/espaciais. O presente estudo tem como objetivo analisar as áreas afetadas por queimadas e incêndios florestais no ano 2015, nas bacias e sub-bacias dos sistemas hidrográficos Araguaia-Tocantins no estado do Tocantins. A quantificação e delimitação de áreas afetadas por queimadas e incêndios florestais foi realizada com uso duas composições RGB (754; 653) oriundas de imagens do satélite Landsat 8 que correspondem ao período de seca no Estado. Além das variáveis relacionadas a caracterização de área afetada por queimadas e incêndios florestais em cada um dos 30 sistemas hidrográficos do estado do Tocantins, foram utilizadas métricas de paisagem, número de focos de calor e resultado da autocorrelação espacial nas análises de correlação e componentes principais. A área afetada por queimadas e incêndios florestais apresentou correlação positiva com as seguintes variáveis: área ocupada pelo sistema (0,72**; 0,87**); percentual de área queimada (0,78**; 0,86**). Por outro lado, foram observados valores negativos com o percentual da área queimada dentro de áreas agrícolas (-0,55**; -0,80**). A análise de correlação, ainda, revelou correlação da área afetada por queimadas e incêndios florestais com o número de focos de calor (0,75**; 0,90**) e números de focos de calor dentro de áreas queimadas (0,95**; 0,97**). Com menores magnitudes, também, foram observadas correlações significativas com o número de dias sem chuva (0,51**; 0,63**) e número de dias com chuva menor que 13 mm (0,55**; 0,81**). Com relação a análise de componentes principais, foi possível extrair quatro componentes com primeiro explicando 44,05% da variância, o segundo, 16,69%, o terceiro, 12,67% e o quarto 9,66%, o que totaliza 83,03% da variabilidade do conjunto de dados original. Em nove das trinta sub-bacias do sistema hidrográfico do estado foram observadas área afetada por queimadas e incêndios florestais acima de 100 mil hectares no ano de 2015: A2 (> 501 mil ha); T1 (> 406 mil ha); T10 (> 248 mil ha); A1 (> 199 mil ha); A3 (> 176 mil ha); T12 (> 126 mil ha); T9 (> 117 mil ha); T5 (> 113 mil ha) e; T14 (> 101 mil ha), o que totaliza mais de 77% do mapeado no estado. As métricas de paisagem apresentaram as menores relações com a área afetada por queimada e incêndios florestais, no entanto, no sistema de segunda maior ocorrência da área queimada houve relação com maior fragmentação da paisagem. Os sistemas que apresentaram maior ocorrência de áreas queimadas podem ser caracterizados tanto por paisagens regulares quanto por formas mais complexas da paisagem, além da ocorrência agrupada do fogo.
Abstract: The remote sensing techniques can be used for the detection, monitoring or identification of burned areas, as well for the analysis of the characterization and evaluation of occurrences of phenomena in a landscape at different temporal / spatial scales. The present study aims to analyse burned areas in the 2015 season, in the basins and sub-basins of the Araguaia-Tocantins hydrographic systems in the state of Tocantins. The quantification and delimitation of burned areas were carried out using two RGB compositions (754; 653) derived from Landsat8 satellite images and dry season. In addition to the variables related to a characterization of the burned area in each of the 30 hydrographic systems in the state of Tocantins, landscape metrics, number of hotspots and the results of the spatial autocorrelation were used too in analysis of correlation and principal components. The burned area had shown a positive correlation with the following variables: area occupied by the system (0.72 **; 0.87**) and the percentage of burned area (0.78**; 0.86 **). However, negative values were observed with the percentage of the burned area within the agricultural areas (-0.55 **; -0.80**). The correlation analysis also showed the relation of the burned area with the number of hotspots (0.75 **; 0.90**) and number of hotspots within the burned areas (0.95**; 0.97**). With smaller magnitudes, significant correlations were observed with the number of days without rain (0.51**; 0.63**) and number of days with rain less 13 mm (0.55 **; 0.81**). About the principal components analysis, it was possible to extract four components with first detail 44.05% of the variance, the second 16.69%, the third, 12.67% the fourth 9.66%, which they were represent the 83.03% of the variance of the original dataset variability. In nine sub-basins of the state were observed burned areas above 100 thousand hectares in 2015: A2 (> 501,000 ha); T1 (> 406,000 ha); T10 (> 248,000 ha); A1 (> 199,000 ha); A3 (> 176,000 ha); T12 (> 126,000 ha); T9 (> 117,000 ha); T5 (> 113,000 ha); T14 (> 101,000 ha), which they were represent more than 77% of the mapped in the state. The landscape metrics had shown the small relationships with burned area, however, in the system with the second largest occurrence of the burned area was observed relationship with the fragmentation of the landscape. The systems with the highest occurrence of burned areas can be characterized by regular or more complex landscapes, as well as the grouped occurrence of fire.
URI: http://hdl.handle.net/11612/448
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Norma Elena Reynosa Correa - Dissertação.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.