Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/363
Author: Silva, Idelina Gomes da
Advisor: Pelicice, Fernando Mayer
Title: Diversidade taxonômica e funcional das assembleias fitoplanctônicas no rio Tocantins, antes e após a implantação da UHE-Estreito
Keywords: Fitoplâncton
Issue Date: 7-Mar-2017
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ecótonos - PPGEE
Citation: SILVA, Idelina Gomes da. Diversidade taxonômica e funcional das assembleias fitoplanctônicas no rio Tocantins, antes e após a implantação da UHE-Estreito. 2017.42f. Dissertação (Mestrado Biodiversidade, Ecologia e Conservação) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade, Ecologia e Conservação, Porto Nacional, 2017.
Resumo: A construção de reservatórios altera o ciclo de vida de muitos organismos, causam mudanças nos padrões de biodiversidade e no pior dos cenários podem acarretar a redução ou extinção de espécies. Buscamos investigar as alterações ocorridas na comunidade fitoplanctônica provocada pela alteração dos filtros ambientais impostos pela implantação da Usina Hidroelétrica de Estreito, médio rio Tocantins. A assembleia foi investigada utilizando análises taxonômicas e de Grupos Funcionais (GF). Cinco pontos de amostragem foram envolvidos neste estudo, situados ao longo do rio Tocantins, posteriormente convertido no reservatório da UHE Estreito. O período de monitoramento foi de 4 anos (dezembro de 09 a maio de 13) e as coletas realizadas trimestralmente no rio Tocantins, durante as fases de Pré-enchimento (Pré), Enchimento (Enc) e Pós-enchimento (Pós). As amostragens para o estudo foram realizadas na subsuperfície da água (30 cm), e processadas em laboratório para identificação e contagem dos organismos. As espécies foram primeiramente identificadas taxonomicamente e posteriormente classificadas em grupos funcionais. As amostras de água para análises físicas e químicas foram coletadas concomitante as biológicas e processadas de acordo com a metodologia recomendada. Como resultado, percebemos que implantação da usina hidrelétrica provocou alterações na alteração da estrutura da assembléia respondendo aos novos filtros ambientais, com acentuada redução de biovolume e riqueza taxonômica e de GF. Temporalmente houve significativa diferença entre as fases, obtendo a fase Pré como a mais diferente das demais. Longitudinalmente não houve diferenças significativas. Na composição taxonômica a fase Pré foi dominada pela espécie de Aulacoseira ambígua, a fase Enc por Cylindrospermopsis raciborskii e a fase Pós por Aulacoseira sp. No estudo dos GF 27 GF foram registrados. A fase Pré obteve os valores mais altos de biovolume e o GF C (diatomáceas) como dominante. No Enc o GF Sn (cianobactérias) foi dominante. No Pós os GF P (diatomáceas); N (Desmidiaceae); W2 (Euglenaceae); Sn e Lm (cianobactérias) co-dominaram com valores de biovolumes similares. Este estudo revelou os papeis importantes dos filtros ambientais na seleção espécies e grupos funcionais das assembleias fitoplanctônicas, frente a um novo regime de funcionamento fluvial.
Abstract: The construction of reservoirs alters the life cycle of many organisms, causes changes in biodiversity patterns and worst scenarios can lead to species reduction or extinction. We sought to investigate the changes in the phytoplankton community caused by the alteration of the environmental filters imposed by the implementation of the Hydroelectric Plant of Estreito, the middle Tocantins river. The assembly was investigated using Taxonomic and Functional Groups (GF) analyzes. Five sampling points were involved in this study, located along the Tocantins river, later converted into the reservoir of Estreito HPP. The monitoring period was 4 years (December 09 to May 13) and the collections performed quarterly in the Tocantins River, during the pre-filling, pre-filling, and post-filling phases. Samples for the study were performed in the subsurface of the water (30 cm), and processed in the laboratory for identification and counting of organisms. The species were first identified taxonomically and later classified into functional groups. The water samples for physical and chemical analyzes were collected concomitantly with the biological samples and processed according to the recommended methodology. As a result, we noticed that the implantation of the hydroelectric plant caused alterations in the alteration of the assembly structure responding to the new environmental filters, with a marked reduction of biovolume and taxonomic richness and GF. Temporally there was a significant difference between the phases, obtaining the Pre phase as the most different of the others. Longitudinally there were no significant differences. In the taxonomic composition the Pre phase was dominated by the ambiguous Aulacoseira species, the Enc stage by Cylindrospermopsis raciborskii and the Post phase by Aulacoseira sp. In the study of GF 27 GF were recorded. The Pre phase obtained the highest values of biovolume and GF C (diatoms) as dominant. In Enc the GF Sn (cyanobacteria) was dominant. In the Post GF P (diatoms); N (Desmidiaceae); W2 (Euglenaceae); Sn and Lm (cyanobacteria) co-dominated with values of similar biovolumes. This study revealed the important roles of environmental filters in the selection of species and functional groups of phytoplankton assemblages, in face of a new regime of fluvial functioning.
URI: http://hdl.handle.net/11612/363
Appears in Collections:Mestrado em Biodiversidade, Ecologia e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Idelina Gomes da Silva - Dissertação.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.