Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/319
Author: Rodrigues, Marcely Pereira da Silveira
Advisor: Bessa, Profª. Drª. Kelly
Title: A natureza da verticalização no processo de reprodução do espaço urbano em Palmas-TO
Keywords: Verticalização;Palmas;Agentes produtores;Reprodução do espaço urbano
Issue Date: 26-Sep-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Geografia - PPGG
Citation: RODRIGUES, Marcely Pereira da Silveira. A natureza da verticalização no processo de reprodução do espaço urbano em Palmas-TO. 2016. 105f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Porto Nacional, 2016.
Resumo: A presente pesquisa trata do processo de verticalização que vem, nos últimos anos, ocorrendo em Palmas, a cidade projetada para ser a capital do estado do Tocantins. Por verticalização, entende-se a construção de edifícios com diversos pavimentos, possibilitando a criação de solo urbano, já que, numa mesma área do terreno, a sobreposição de pavimentos permite a multiplicação das unidades construídas. Nessa perspectiva, esta dissertação objetiva entender o processo de verticalização em Palmas, averiguando suas especificidades desde o projeto urbanístico até a sua significância atual no processo de reprodução do espaço urbano dessa cidade. Para tanto, a pesquisa levou em consideração dados do projeto urbanístico e da legislação que regulamenta a verticalização na cidade, bem como levantou dados sobre as edificações verticais concluídas e em construção na cidade até 2015 e as informações sobre os agentes e os recursos envolvidos nessa produção vertical. As informações foram obtidas por meio de pesquisa documental e pesquisa de campo. Os resultados obtidos mostram que a verticalização estava prevista no projeto urbanístico dessa capital, porém sua produção deu-se de maneira discreta até o ano 2000. No período compreendido entre os anos de 2001 e 2010, a verticalização tornou-se um pouco mais expressiva, porém foi caracterizada pela predominância de edifícios menores, com até dezesseis pavimentos. A partir de 2010, evidenciou-se um aumento bastante expressivo das construções verticais, fomentado pelo momento econômico favorável para o setor (boom imobiliário), quando houve a ampliação da liberação de recursos para construção civil. Nesses últimos quatro anos, foram construídos mais edifícios que a soma das construções dos períodos anteriores. Todavia, essa verticalização não se destaca apenas no que diz respeito ao aumento no número de edifícios, mas também com relação à dispersão dos edifícios baixos (até quatro pavimentos), à concentração espacial dos altos edifícios (entre cinco e quarenta pavimentos), à diversificação dos edifícios produzidos e à participação de novos agentes produtores no processo. Dessa maneira, a fabricação do solo passou a ser dado fundamental no processo de reprodução desse espaço urbano, promovendo a reestruturação da configuração espacial da cidade, pois a verticalização reforçou as tendências de expansão territorial urbana em Palmas, mas de forma ampliada, acrescentando, ao fenômeno horizontal, o fenômeno vertical, pelo desdobramento, pela multiplicação da base fundiária. Tal processo revela, portanto, um par dialético - expansão horizontal urbana e expansão vertical urbana, que reforça, na produção desse espaço, tanto os interesses fundiários como os construtivos e os imobiliários, paralelamente aos interesses do setor financeiro.
Abstract: This research deals with the verticalization process that has, in recent years, been taking place in Palmas, the city designed to be the capital of the state of Tocantins. Verticalization should be perceived as the construction of buildings with many floors, enabling the creation of urban ground, since, in the same land area, flooring overlay allows the multiplication of the units built. In this perspective, this dissertation intends to understand the process of verticalization in Palmas, checking its specificities from the urban project to its current significance in the process of (re) production of the urban space in this city. Therefore, the research took into account data from the urban project and the legislation that regulates the verticalization in the city as well as collected data on completed vertical buildings and in construction in the city until 2015 and information about the agents and resources involved in this vertical production. The information was obtained through desk and field research. The obtained results show that verticalization was envisaged in the urban project of this capital, but its production took place discreetly up to 2000. In the period between the years 2001 and 2010, verticalization became a little more expressive, but it was characterized by the predominance of smaller buildings with up to sixteen floors. Since 2010, a very significant increase in vertical constructions became underlined, supported by the favorable economic climate for the sector (real estate boom) when there was an increase on the release of funds for construction. In the last four years, more buildings were built than the sum of buildings from previous periods. However, this verticalization not only stands out concerning the increase in the number of buildings, but also with regard to the dispersion of low-rise buildings (up to four floors), the spatial concentration of tall buildings (between five forty floors), the diversification of the buildings produced and the participation of new producing agents in the process. Thus, ground manufacture became fundamental data in the process of (re) production of this urban space, promoting the restructuring of the spatial configuration of the city, since verticalization reinforced the urban territorial expansion trends in Palmas, but on a broader scale, added, to the horizontal phenomenon, the vertical phenomenon, by the unfolding, and by the multiplication of the land base. This process thus reveals a dialectic pair - urban horizontal expansion and vertical urban expansion, which reinforces in the production of this space, both land interests, construction and real estate, in addition to the interests of the financial sector.
URI: http://hdl.handle.net/11612/319
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcely Pereira da Silveira Rodrigues - Dissertação.pdf9.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.