Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2940
Authors: Ribeiro, Andra Martins
metadata.dc.contributor.advisor: Testa, Eliane Cristina
Title: A poesia de Sérgio Vaz em práticas de letramentos de reexistência na educação de jovens e adultos em uma escola pública do Tocantins
Keywords: Poesia Marginal-Periférica; Sérgio Vaz; Letramento de Reexistência; Ensino Fundamental; Escola Pública do Tocantins; marginal-peripheral poetry; Literacy of reexistence; Elementary School; Public school of Tocantins
Issue Date: 6-May-2021
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras - ProfLetras
Citation: RIBEIRO, Andra Martins. A poesia de Sérgio Vaz em práticas de letramentos de reexistência na educação de jovens e adultos em uma escola pública do Tocantins. 2021.151f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras, Araguaína, 2021.
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa-ação interventiva tem como principal objetivo promover a formação de uma “comunidade de leitores” em uma escola pública do Estado do Tocantins, a partir das práticas de leituras de textos poéticos. A proposta deste trabalho, então, baseia-se na leitura de poemas da literatura marginal-periférica, com enfoque na poesia de Sérgio Vaz, compreendida como uma prática de reexistência. Interessou-nos construir letramentos para promover reexistências além do espaço escolar. Essa escolha da poesia marginal-periférica deve-se ao fato de que os letramentos de reexistências devem ser construídos e legitimados nas unidades escolares, pois contribuem para a ressignificação de alunas e alunos, dentro e fora da escola. Esta pesquisa teve, ainda, como foco proporcionar aos estudantes o alcance de uma autonomia leitora e um aprofundamento das relações leitor e texto, em vias de ampliar competências de leituras críticas. Este trabalho foi realizado numa turma de 9º ano, da Educação de Jovens e Adultos (EJA), do Ensino Fundamental, em uma escola estadual, localizada no Sudeste do Tocantins. Metodologicamente, é uma pesquisa-ação qualitativa de caráter interventivo. Esta investigação seguiu os passos da sequência didática, proposta por Cosson (2018, 2019), buscando adequá-la à realidade dos participantes, ao Projeto Político Pedagógico da unidade escolar e às práticas docentes da pesquisadora. Nosso corpus é constituído por meio da análise de diários de campo com registro de observações e de impressões sobre as aulas feitas pelos alunos e também pela pesquisadora na escola campo da pesquisa. Esses registros contemplam o período de outubro de 2019 a março de 2020. Como fundamentação teórica, adotamos os seguintes autores: Souza (2011), Petit (2017), Candido (2004), Zilberman (2012), Dalcastagnè (2018), Tennina (2017) e Nascimento (2019) entre outros. Apontamos como resultado que a prática da leitura literária desenvolvida por meio da poesia de Sérgio Vaz implica assegurar uma prática de reexistência, contribuindo para a efetivação do letramento literário dos alunos da EJA. Além disso, depreendemos que o sarau literário, umas das etapas da sequência didática, se configura como um dos modos de agenciar o letramento de reexistência na escola. O nosso corpus de análise indica que a literatura é fundamental para efetivar o letramento literário das/dos estudantes, consequentemente, ela deve ter um lugar privilegiado nas aulas de Língua Portuguesa da EJA. Ademais, a poesia de Vaz possibilitou desencadear na sala de aula um espaço de encontros, de diálogos, de trocas, de (co) existências, de multiplicidades de falas e vozes, confirmando, assim, as práticas do direito à literatura na escola.
Abstract: This interventional research-action has as primary objective to foment the “community of readers” formation in a school from Tocantins, from the poetic text reading practices. The proposal of this work, then, it is based on Reading of texts from the peripheral marginal literature in the classroom, it focuses on Sergio Vaz's poetry comprehended as a reexistence experience. It called us out to build literacies to put forward reexistence beyond school space. spaces. The adoption of marginal-peripheral poetry is due to the fact that the literacies of reexistence must be constructed and legitimized in school units, because they contribute to the resignification of students, inside and outside school. This research also had a focus to provide to students the range of a reading autonomy and a deepening of relations between reader and text, expanding skills of critical readings. The work was accomplished in a class of ninth grade of Youth and Adult Education (YAE) from middle School, at a state school, it being from the Southeast of Tocantins. Methodologically, it is a qualitative interventional research-action. The research pursued the recommendations of the didactic sequence proposed by Cosson (2018, 2019), it seeking to suit it to the reality of the participants, the Pedagogical Political Project of the school unit and the researcher's teaching practices. Our corpus is built by the diaries field analysis with observation records and some impressions about the classes made by the students and also by the researcher at the school field of research. These records refer to the period from October 2019 to March 2020. As theoretical basis, we based on authors such: Souza (2011), Petit (2017), Candido (2004), Zilberman (2012), Dalcastagnè (2018), Tennina (2017) and birth (2019) and others. We point out as a result that the practice of literary reading developed through the poetry of Sérgio Vaz triggers a reexistence practice, and it contributes to the effectiveness of the literary literary of EJA students. Besides that, we deliver that literary sarau, one of the steps of the didactic sequence, is configured as one of the ways of foment the literacy of reexistence at school. Our corpus of analysis indicates that literature is fundamental to effect the literary literary of students, consequently, it must have a privileged place in the Portuguese language classes of EJA. In addition, Vaz's poetry made it possible to trigger in the classroom a space for meetings, dialogues, exchanges, (co)existences, speach and voice multiplicities, and confirming the practices of the right to literature at school.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2940
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andra Martins Ribeiro - Dissertação.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.