Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2775
Authors: Cavalcante, Ane Caroline Araújo
metadata.dc.contributor.advisor: Neiva, Ana Cláudia Gomes Rodrigues
Title: Avaliação bioeconômica de fontes e doses de nitrogênio em capim mombaça (megathyrsus maximus)
Keywords: Fertilization.;Costs.;Fertilizers.;Pasture.;Adubação.;Custos.;Fertilizantes.;Pastagem.
Issue Date: 7-Jun-2021
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: CAVALCANTE, Ane Caroline Araújo. Avaliação bioeconômica de fontes e doses de nitrogênio em capim mombaça (megathyrsus maximus). 34 f. Monografia (Graduação) - Zootecnia, Universidade Federal do Norte do Tocantins, Araguaína, 2020.
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se analisar a viabilidade econômica da utilização de diferentes fontes e doses de nitrogênio no capim Mombaça (Megathyrsus maximus). O delineamento foi em blocos casualizados com arranjo fatorial 2x4, sendo duas fontes de nitrogênio (ureia e nitrato de amônio) com quatro doses de nitrogênio (0; 25; 50 e 75 kg/ha) por ciclo totalizando oito tratamentos e quatro repetições, distribuídos em 32 parcelas de 9m2 cada. Foram aplicados 50 kg/ha de P2O5 na forma de superfosfato simples e 50 kg/ha de K2O na forma de cloreto de potássio em toda a área experimental, inclusive nos tratamentos que não receberam nitrogênio. Os cortes aconteceram em intervalos fixos de 28 dias. Utilizou-se uma moldura de 1,25m x 1,25m com área de 1,56 m2 para avaliar a produção da forragem que foi colhida a 10cm de altura em relação ao solo. Utilizando os dados de massa seca da forragem realizou-se as avaliações de viabilidade econômica para o uso da fonte de nitrogênio e sua adubação otimizada conforme apresentado pelas diferentes dosagens oferecidas em parcelas, e também da fonte e dose de nitrogênio associado à adubação fosfórica e potássica. Não houve interação (P>0,05) das doses e fontes de nitrogênio para nenhuma das variáveis analisadas. Independentemente das doses aplicadas, as fontes utilizadas não influenciaram significativamente nos custos de produção (P>0,05). O custo do kg para PMSF e PMST com adubação nitrogenada ajustaram se de maneira linear positiva (P<0,05) às doses aplicadas. Não foi observado efeito (P>0,05) das doses de nitrogênio no custo do kg para a PMSF com a adubação de N+P+K. Em relação ao custo do kg de PMST sendo a soma dos custos de N+P+K, apresentou comportamento quadrático (P<0,05). A adubação nitrogenada é imprescindível para a manutenção da produtividade de pastagens, pois resulta em aumento da produção de massa vegetal. Assim, a decisão sobre a fonte a ser aplicada dependerá do custo unitário do nitrogênio visando uma maior viabilidade bioeconômica.
Abstract: The objective was to analyze the economic viability of using different sources and doses of nitrogen in Mombaça grass (Megathyrsus maximus). The design was in randomized blocks with a 2x4 factorial arrangement, with two sources of nitrogen (urea and ammonium nitrate) with four nitrogen doses (0; 25; 50 and 75 kg / ha) per cycle totaling eight treatments and four repetitions, distributed in 32 plots of 9m2 each. 50 kg / ha of P2O5 were applied in the form of simple superphosphate and 50 kg / ha of K2O in the form of potassium chloride throughout the experimental area, including treatments that did not receive nitrogen. The cuts took place at fixed intervals of 28 days. A 1.25m x 1.25m frame with an area of 1.56 m2 was used to evaluate the production of forage that was harvested at a height of 10 cm in relation to the soil. Using forage dry mass data, economic viability assessments were performed for the use of the nitrogen source and its optimized fertilization as presented by the different dosages offered in plots, and also of the nitrogen source and dose associated with phosphoric and potassium fertilization. There was no interaction (P> 0,05) between doses and nitrogen sources for any of the variables analyzed. Regardless of the doses applied, the sources used did not significantly influence production costs (P> 0,05). The kg cost for PMSF and PMST with nitrogen fertilization adjusted in a positive linear way (P <0,05) to the applied doses. There was no effect (P> 0,05) of nitrogen doses on the cost of kg for PMSF with N + P + K fertilization. In relation to the cost of kg of PMST being the sum of the costs of N + P + K, it presented a quadratic behavior (P <0,05). Nitrogen fertilization is essential for maintaining pasture productivity, as it results in increased production of vegetable mass. Thus, the decision on the source to be applied will depend on the unit cost of nitrogen aiming at greater bioeconomic viability.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2775
Appears in Collections:Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ane Caroline Araújo Cavalcante - TCC Monografia - Zootecnia.pdf902 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.