Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/2773
Authors: Martins, Ana Carla Sousa
metadata.dc.contributor.advisor: Alexandrino, Emerson
Title: Estratégias de manejo da urochloa brizantha cv. marandu submetida a diferentes doses de nitrogênio e frequências de corte
Keywords: Fertilization.;Nitrogen.;Urochloa brizantha.;Adubação.;Marandu.;Nitrogênio.
Issue Date: 7-Jun-2021
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Citation: MARTINS, Ana Carla Sousa. Estratégias de manejo da urochloa brizantha cv. marandu submetida a diferentes doses de nitrogênio e frequências de corte. 29 f. Monografia (Graduação) - Zootecnia, Universidade Federal do Norte do Tocantins, Araguaína, 2020.
metadata.dc.description.resumo: O nitrogênio atua diretamente sobre o crescimento e desenvolvimento das plantas forrageiras. Recomendações de manejo baseada no número de folhas expandidas por perfilho apontam uma alternativa favorável para guiar o manejo da desfolhação. Objetivou-se avaliar a melhor estratégia de manejo do capim Marandu (Urochloa brizantha cv. Marandu) em função do manejo da desfolhação, baseado no tempo para o surgimento de duas, três ou quatro folhas expandidas por perfilho e em dois níveis de adubação nitrogenada (90kg N ha-1 ) e (180kg N ha-1 ) no período de 22 de novembro de 2018 a 30 de abril de 2019. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado sob arranjo fatorial 2x3 (90 e 180kg N ha-1 x 2; 3 e 4 folhas surgidas por perfilho) com seis tratamentos e três repetições, totalizando 18 unidades experimentais. As variáveis resposta foram matéria seca total, matéria seca de lâmina foliar, colmo e material morto, densidade populacional de perfilhos e relação folha: colmo. O protocolo utilizado para as avaliações foi realizado quando a média de nove perfilhos atingia o número de folhas esperado 2; 3 e 4 folhas surgidas realizando em seguida o corte coletando-se 50% da planta baseada na altura média do dossel em cada unidade experimental. Estimou-se com os dados as características produtivas. O capim respondeu com diferentes ritmos de crescimento entre as adubações mínima e máxima. A altura do dossel elevou com o surgimento de novas folhas, com 33,4; 36,5 e 41,3 cm para 2; 3 e 4 folhas, respectivamente. A densidade populacional de perfilhos (DPP) e a massa seca de colmo (MSC) apresentaram maiores valores nos tratamentos de duas e três folhas, não diferindo estatisticamente entre eles. A estratégia de três folhas aparecidas alcançou maior massa seca total (MST) de forragem e lâmina foliar (MSLF) para adubação máxima. A massa seca de material morto (MSMM) decresceu com o aumento da frequência de desfolhação. Deste modo, a adubação nitrogenada favorece o crescimento e a produção de forragem, e neste estudo a maior adubação (180kg ha -1 N) propiciou maiores produções nas estratégias de duas e três folhas surgidas.
Abstract: Nitrogen acts directly on the growth and development of forage plants. Management recommendations based on the number of leaves expanded per tiller indicates a favorable alternative to guide defoliation management. The objective of this study was to evaluate the best Marandu grass management strategy (Urochloa brizantha cv. Marandu) as a function of defoliation management, based on the time for the appearance of two, three or four expanded leaves per tiller and on two levels of nitrogen fertilization. (90kg N ha-1 ) and (180kg N ha-1 ) in the period from November 22, 2018 to April 30, 2019. The treatments were distributed in a completely randomized design under a 2x3 factorial arrangement (90 and 180kg N ha-1 x 2.3 and 4 leaves emerged by tiller) with six treatments and three replications, totaling 18 experimental units. The response variables were total dry matter, leaf blade dry matter, stem and dead material, tiller population density and leaf: stem ratio. The protocol used for the evaluations was carried out when the average of nine tillers reached the expected number of leaves 2,3 and 4 leaves emerged, making the cut after collecting 50% of the plant based on the average height of the canopy in each experimental unit. The productive and structural characteristics were estimated with the data. The grass responded with different growth rates between minimum and maximum fertilization. The height of the canopy increased with the appearance of new leaves, with 33.4; 36.5 and 41.3 cm for 2; 3 and 4 leaves, respectively, responding to expectations. Tiller population density (DPP) and stem dry mass (MSC) showed higher values in the treatments of two and three leaves, not differing statistically between them. The three-leaf strategy showed higher total dry mass (MST) of forage and leaf blade (MSLF) for maximum fertilization. The dead material mass (MSMM) decreased with increasing defoliation frequency. Thus, nitrogen fertilization favors growth and forage production, and in this study the maximum fertilization (180kg ha -1 N) provided greater yields in the two and three leaf emerged strategies.
URI: http://hdl.handle.net/11612/2773
Appears in Collections:Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Carla Sousa Martins - TCC Monografia - Zootecnia.pdf863.91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.