Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/254
Author: Corrêa, Yara Gomes
Advisor: Seibert, Carla Simone
Title: Uso do storytelling na educação ambiental para sensibilização do público infantil sobre arraias de água doce
Keywords: Educação ambiental;Arraias de agua doce;Storytelling;Interdisciplinaridade
Issue Date: 16-Jun-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: CORRÊA, Yara Gomes. Uso do storytelling na educação ambiental para sensibilização do público infantil sobre arraias de água doce. 2016. 65f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2016.
Resumo: A racionalidade humana reduziu sua relação com os animais não humanos, colocando-os num status de objeto. Este fato, aliado ao processo de urbanização, vêm desgastando a interrelação entre animais humanos e animais não humanos ao longo das gerações. A exemplo disso, a relação entre seres humanos e arraias de água doce, vem sendo evidenciada nos últimos anos nos rios das bacias Amazônica e do Tocantins-Araguaia. Por um lado, estes peixes encontram-se legitimados pelo seu processo evolutivo e adaptativo, em seu hábitat natural e, por outro, os seres humanos, também calcados pela necessidade de desenvolvimento cultural e tecnológico. Ambos usufruindo do mesmo ambiente, cenário configurado em Porto Nacional-TO, em que o rio Tocantins foi transformado em reservatório, em decorrência da inauguração da UHE do Lajeado, Luís Eduardo Magalhães. O presente trabalho objetivou utilizar-se do storytelling na educação ambiental para sensibilizar o público infantil da região, quanto à sua relação com as arraias de água doce. A relevância do mesmo está centrada no fato de garantir meios para a mitigação da visão distorcida que se desenvolveu a partir da relação entre ambas as partes, por meio da interdisciplinaridade. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa-ação com o público infantil das escolas públicas estaduais localizadas no entorno urbano do reservatório. No primeiro momento, diagnosticou-se os conhecimentos prévios do público alvo sobre o objeto de estudo; depois, elencou-se subsídios científicos que permitissem identificar os princípios norteadores para o desenvolvimento da proposta; a partir daí, elaborou-se e produziu-se um material texto visual educativo, o qual foi verificado em termos de aceitação e introjeção de informações, por parte das mesmas crianças abordadas inicialmente. Como resultado obteve-se uma estorinha em quadrinhos, a qual foi validada pela maioria do público alvo. Quanto à introjeção das informações observou-se que a maioria das crianças formulou respostas que contemplaram uma relação positiva com as arraias de água doce, fato não evidenciado durante a fase diagnóstica. Concluiu-se, portanto, que houve eficácia da proposta em termos de sensibilização do público infantil e sugeriu-se testá-la para a relação com outros animais não humanos, os quais a relação com seres humanos possa estar igualmente conturbada.
Abstract: Human rationality reduced its relationship with non-human animals by placing them in an object status. This fact, coupled with the urbanization process, come wearing the interrelationship between human and nonhuman animals animals throughout the generations. As an example, the relationship between humans and freshwater stingrays, has been shown in recent years in the rivers of the Amazon basin and the Tocantins-Araguaia. On the one hand, these fish are legitimated by its evolutionary and adaptive process, in their natural habitat and, secondly, humans also trampled by the need for cultural and technological development. Both enjoying the same environment, scenery set in National-TO Porto in the Tocantins River was transformed into the reservoir, due to the opening of the UHE Lajeado, Luís Eduardo Magalhães. This study aimed to be used in the storytelling environmental education to sensitize the young audience in the region, as its relationship with the freshwater stingrays. The importance of it is focused on the fact provide ways to mitigate the distorted view that has developed from the relationship between both parties, relying especially with the interdisciplinary bias. Therefore, an action research developed with the child audience of public schools located in the urban environment of the reservoir. At first, she was diagnosed prior knowledge of the target audience about the object of study; later, it has listed and scientific subsidies that might have identified the guiding principles for the development of the proposal; from there, it has prepared and produced an educational text visual material, which was verified in terms of acceptance and internalization of information, by the same children addressed initially. As a result we obtained a little story comic, which was validated by most of the target audience. As for the take-up of information it was observed that most children formulated answers that contemplated a positive relationship with the freshwater stingrays, which was not evident during the diagnostic phase. It was concluded therefore that there was effectiveness of the proposal in terms of awareness of child public and suggested to test it for the relationship with other non-human animals, which the relationship with humans can also be troubled.
URI: http://hdl.handle.net/11612/254
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Yara Gomes Corrêa - Dissertação.pdf2.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.