Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/250
Author: Rodrigues, Patrícia Siqueira de Melo
Advisor: Bertolin, Aparecido Osdimir
Title: Avaliação das atividades antimicrobiana, antioxidante e antineoplásica dos extratos etanólicos da casca e folhas da Terminalia fagifolia Mart. et Zucc (Combretaceae)
Keywords: Antibacteriana;Citotoxicidade;Terminalia fagifolia;Tumorais;Viabilidade celular
Issue Date: 30-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: RODRIGUES, Patrícia Siqueira de Melo. Avaliação das atividades antimicrobiana, antioxidante e antineoplásica dos extratos etanólicos da casca e folhas da Terminalia fagifolia Mart. et Zucc (Combretaceae). 2016. 105f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2016.
Resumo: A procura por novas alternativas terapêuticas, como as que utilizam as plantas medicinais, tem despertado grande interesse da comunidade científica na busca por tratamentos mais eficientes para as doenças causadas por microrganismos patogênicos e terapias mais eficazes contra o câncer. Terminalia fagifolia Mart. et Zucc é uma planta medicinal encontrada no Cerrado brasileiro, usada popularmente no tratamento de aftas e tumores. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a atividade antibacteriana e antioxidante dos extratos brutos etanólicos da casca e das folhas da Terminalia fagifolia, avaliar a atividade citotóxica dos extratos em linhagens celulares normais NIH 3T3 e L929 e em linhagens celulares tumorais PC3 e B16F10. A atividade antibacteriana foi determinada pelo método de difusão em ágar pela técnica dos poços e pela Concentração Inibitória Mínima (CIM). No método de difusão em ágar pela técnica dos poços o extrato da casca da Terminalia fagifolia apresentou melhor atividade antibacteriana do que o extrato das folhas. Na determinação da Concentração Inibitória Mínima, tanto o extrato da casca quanto o extrato das folhas apresentaram CIM de 75 mg/mL, possuindo dessa forma uma boa atividade antimicrobiana, pois nessa concentração inibiram o crescimento de 100% e mais de 90% do inoculo bacteriano, respectivamente. A avaliação da atividade citotóxica foi investigada através do ensaio MTS. Os resultados adquiridos mostraram que os extratos apresentam viabilidade celular para as células normais NIH 3T3 e L929 e citotoxicidade para as células tumorais PC3 e B16F10. Dessa forma, tornase necessária a continuidade dos estudos com essa planta, pois ambos os extratos apresentaram atividades antimicrobianas e antitumorais muito promissoras.
Abstract: The search for new therapeutic approaches, such as the ones with medicinal plants, has been raising great interest of the scientific community in the search for more effective treatments for diseases caused by pathogenic microorganisms and more effective cancer therapies. Terminalia fagifolia Mart. et Zucc is a medicinal plant found in the Brazilian Cerrado, commonly used in the treatment of cancer sores and tumors. This study aimed to evaluate the antibacterial and antioxidant activity of the rough ethanolic extracts of the barks and leaves of Terminalia fagifolia and assay the cytotoxic activity of the extracts in normal cell lineages NIH 3T3 and L929 and tumor cell lineages PC3 and B16F10. The antibacterial activity was determined by agar diffusion method by well technique and by the Minimum Inhibitory Concentration (MIC). In the agar diffusion technique the Terminalia fagifolia bark extract showed better antibacterial activity than the extract of the leaves. In the determination of Minimum Inhibitory Concentration, both bark and leave’s extract showed MIC of 75 mg/ml, having thus a good antimicrobial activity, once, in this concentration, they inhibited the growing of bacterial inoculum in 100% and more than 90%, respectively. The evaluation of the cytotoxic activity was investigated by MTS assay. The obtained results showed that the extracts has cell viability for normal cells NHI 3T3 and L929 and cytotoxicity for tumor cells PC3 and B16F10. Thus, it becomes necessary to continue the studies with this plant, once both extracts showed very promising antimicrobial and antitumor activities.
URI: http://hdl.handle.net/11612/250
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Patrícia Siqueira de Melo Rodrigues - Dissertação.pdf4.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.