Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/243
Author: Sousa, Nadja de Oliveira Figueiredo de
Advisor: Ghizoni, Liliam Deisy
Title: Mapeamento dos riscos psicossociais relacionados ao trabalho em profissionais da Diretoria de Vigilância em Saúde do município de Palmas – TO
Keywords: Saúde do trabalhador;Riscos psicossociais;Psicodinâmica do trabalho;Trabalho e saúde
Issue Date: 25-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol
Citation: SOUSA, Nadja de Oliveira Figueiredo de. Mapeamento dos riscos psicossociais relacionados ao trabalho em profissionais da Diretoria de Vigilância em Saúde do município de Palmas – TO. 2016. 160f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas, Palmas, 2016.
Resumo: As organizações do trabalho passam por transformações contínuas que exigem uma reestruturação complexa da relação trabalho e saúde, a qual deve ser compreendida como fator determinante para a qualidade do trabalho e sucesso organizacional. Dessa forma, a promoção e prevenção à saúde do trabalhador precisa ser vivenciada na Instituição e intermediada por uma equipe de pessoas que promovam ações de saúde. Partindo desse pressuposto, há a necessidade de se trabalhar a saúde do servidor público da Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS), cujo papel é o de constante vigilante da saúde da população, porém, está sujeito a situações de estresse e outros fatores que podem levar ao adoecimento. Diante desse contexto, este estudo busca mapear os riscos psicossociais no trabalho dos servidores da Diretoria de Vigilância em Saúde, no município de Palmas-TO. Especificamente, buscou-se investigar as características da organização prescrita do trabalho na DVS; avaliar o estilo da gestão da organização do trabalho no respectivo órgão; levantar os riscos de sofrimento patogênico no trabalho, num grupo de servidores públicos de saúde; identificar os danos físicos e psicossociais decorrentes do trabalho no referido órgão; e identificar ações preventivas e curativas desenvolvidas dentro do referido órgão. Trata-se de uma pesquisa social de caráter exploratório e descritivo, com a adoção de métodos quantitativos e qualitativos. Participaram da pesquisa os trabalhadores da DVS lotados em todas as gerências que compõem a diretoria, perfazendo um total de 137 servidores (37% do total). Utilizou-se como instrumento de coleta de dados o Protocolo de Avaliação dos Riscos Psicossociais no Trabalho (PROART), encaminhado via Google Docs. Obteve-se 104 respostas, consideradas como amostra válida, após cálculo da amostra aleatória simples. Os dados quantitativos foram tratados através do SPSS e os qualitativos, por meio da análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa indicam que a saúde do trabalhador da Instituição ainda se faz tímida no tocante à execução de ações de promoção e prevenção. A DVS caracterizou-se por apresentar um grupo de profissionais cientes dos problemas enfrentados na Instituição, e que aguardam o diálogo entre eles e os gestores, para transformação dos aspectos negativos do trabalho. O ambiente é fortemente caracterizado pelo estilo de gestão burocrática, embora haja, em contrapartida, significativa representação de uma gestão coletiva. Verificou-se à luz da Psicodinâmica do Trabalho a existência de riscos associados tanto ao sofrimento patogênico quanto ao sofrimento ético e criativo. Riscos que deverão sofrer intervenção da gestão e da equipe de saúde do trabalhador, visando à saúde dos servidores.
Abstract: Labor organizations undergo continuous transformations that require complex restructuring of the relationship between work and health, which should be understood as a determining factor for the quality of work and organizational success. Thus, promotion and prevention to workers' health need to be experienced in the Institution and intermediated by a team of people who will promote health actions. Based on this assumption, there is an identified need to work toward the health of the public servants of the Board of Health Surveillance (DVS), whose role is being a constant observer of the population’s health, aware of stress and other factors that can lead to illness. In this context, the present study aims to map out the psychosocial risks in the work of servants of the Board of Health Surveillance in the city of Palmas-TO. Specifically, we sought to investigate the characteristics of the prescribed work organization in the DVS; evaluate the management style of work organization in the respective body; identify the risk of pathogenic suffering at work by a group of public servants in healthcare; identify the physical and psychosocial damage resulting from work in that body; and identify preventive and curative actions developed within this body. This is a social research of exploratory and descriptive nature, with the employment of quantitative and qualitative methods. The participants were DVS workers in all the management positions that make up the Board: 137 workers that account for 37% of the total servants. The Assessment Protocol for the Management of Psychosocial Risk at Work (PROART) was used for data collection sent via Google Docs. After calculating the simple random sample, we obtained 104 responses considered a valid sample. The quantitative data were analyzed with SPSS and the qualitative data through content analysis. The survey results indicate that the health of workers in this Institution is still feeble regarding the implementation of promotion and prevention actions. The DVS was characterized by presenting a group of professionals aware of the problems in the Institution and awaiting the dialogue between them and managers for transformation of the negative aspects of work. The bureaucratic management style strongly characterizes the Institution although the collective management style is also significantly representative. It was in the light of the Psychodynamics of Work that risks associated with both pathogenic suffering and ethical and creative suffering were identified. Risks that should undergo intervention by the management and the worker’s health team aiming at these servants’ health.
URI: http://hdl.handle.net/11612/243
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nadja de Oliveira Figueiredo de Sousa - Dissertação.pdf6.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.