Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/242
Author: Parente, Míriam Lucas da Silva
Advisor: Pôrto Júnior, Francisco Gilson Rebouças
Title: O descortinar das manifestações da cultura organizacional: a percepção dos técnicos-administrativos e gestores da Reitoria da UFT
Keywords: Cultura;Cultura organizacional;Organização;Universidade
Issue Date: 17-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol
Citation: PARENTE, Míriam Lucas da Silva. O descortinar das manifestações da cultura organizacional: a percepção dos técnicos-administrativos e gestores da Reitoria da UFT. 2016. 248f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas, Palmas, 2016.
Resumo: No presente trabalho buscou-se compreender de que forma a relação indivíduo-organização, envolvendo valores, aspectos comportamentais e simbólicos pode orientar a cultura organizacional na Universidade Federal do Tocantins-UFT. A análise tem como pretensão captar aspectos da complexidade e da dinâmica da organização, pelo recorte da cultura organizacional. Para tanto, foram estabelecidos três objetivos específicos: identificar a percepção do que os gestores e técnicos-administrativos compreendem como cultura organizacional; conhecer os pontos críticos dessa cultura; e verificar se as práticas de gestão (não) contribuem para imprimir nos indivíduos o sentimento de pertencimento. A “cultura da UFT” neste contexto é entendida como um conjunto de ideias, valores, visões de mundo e conhecimentos construídos e compartilhados de forma efêmera por indivíduos de uma organização, influenciados constantemente pelo contexto social e histórico, estando continuamente em modificação e sobreposição. O estudo de caso está fundamentado numa abordagem tanto quantitativa como qualitativa e a coleta de dados ocorreu por meio das seguintes estratégias metodológicas: pesquisa bibliográfica e documental, aplicação de questionários aos servidores técnico-administrativos e realização de entrevistas semiestruturadas com gestores, ambos lotados na Reitoria da UFT, localizada no Câmpus de Palmas. Para análise dos dados, utilizou-se estatística descritiva, análise de conteúdo e triangulação dos dados. Os resultados apontam que tanto os técnicos-administrativos como os gestores tem consciência da importância da cultura organizacional no desenvolvimento humano, profissional e institucional. Entretanto, essas percepções divergem em vários aspectos. Segundo os atores pesquisados, alguns pontos críticos (questões relativas à meritocracia, avaliação, planejamento, comunicação, valorização, carreira, burocracia, etc.) impactam negativamente na cultura organizacional, limitando a relação indivíduo-organização. Além disso, verificou-se que a instituição não dispõe de uma política, especificamente orientada pela cultura organizacional, capaz de fundamentar práticas que minimizem os conflitos de interesse que permeiam a organização. Ao que foi averiguado, as ações existentes não correspondem às necessidades e aos anseios do público pesquisado. Infere-se, portanto, que a UFT, por meio de seus gestores, deve repensar e aprimorar suas práticas de gestão, proporcionando subsídios que propiciem um ambiente de trabalho equilibrado e sustentável, e influenciem positivamente no comprometimento organizacional.
Abstract: In the present study we sought to understand how the individual-organization relationship, involving values, behavioral and symbolic aspects may influence the organizational culture at the Federal University of Tocantins, UFT. The analysis has the intention to capture aspects of the complexity and dynamics of the organization, by clipping of the organizational culture. For this, three specific objectives were established: identify the perception of understanding of administrative managers and technicians on organizational culture; know the critical points of this culture; and verify the contribution of management practices in the printing sense of belonging. The “culture of UFT” in this context is understood as a set of ideas, values, worldviews and knowledge built and shared ephemerally by individuals in an organization. The case study is based on an approach both quantitative and qualitative and data were collected through the following methodological strategies: bibliographical and documentary research, questionnaires to technical and administrative staff and carrying out semi-structured interviews with managers, both established at the Rectory of UFT, located in the Palmas Campus. For data analysis, it was used descriptive statistics, content analysis and triangulation of data. The results show that both the technical-administrative and managers are aware of the importance of organizational culture in professional and institutional human development. However, these perceptions differ in several respects. According to the authors surveyed, some critical points (issues related to meritocracy, assessment, planning, communication, appreciation, career, bureaucracy, etc.) negatively impact on organizational culture, limiting the individual-organization relationship. Moreover, it was found that the institution does not have a policy specifically driven organizational culture, able to support practices that minimize conflicts of interest that permeate the organization. When it was examined, existing actions do not correspond to the needs and desires of the public searched. Therefore it can be inferred that the UFT, through its managers, must rethink and improve their management practices by providing subsidies that provide a balanced and sustainable work environment and a positive influence on organizational commitment.
URI: http://hdl.handle.net/11612/242
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Míriam Lucas da Silva Parente - Dissertação.pdf4.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.