Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/241
Author: Franco, Luciano Correia
Advisor: Prata, David Nadler
Title: Evasão nos cursos superiores da região norte e estudo comparativo para avaliação das IFES tocantinenses
Keywords: Evasão escolar;Ensino superior;Políticas públicas
Issue Date: 2-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol
Citation: FRANCO, Luciano Correia. Evasão nos cursos superiores da região norte e estudo comparativo para avaliação das IFES tocantinenses. 2016. 138f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas, Palmas, 2016.
Resumo: Nas últimas décadas a educação sofreu grandes transformações no Brasil. Na educação superior, a expansão das instituições de ensino, públicas e privadas, e o crescente aumento do número de vagas, são decorrentes de programas educacionais implantados pelas políticas públicas da educação superior, de abrangência nacional. Essa nova realidade, caracterizada pela existência de programas sociais diversos, criou condições para que estudantes até então sem perspectiva de graduação pudessem ter acesso à educação superior. Isso se deve, em grande parte, à necessidade desenvolvimentista do Estado, de formar cidadãos preparados para um cenário mundial de competitividade e internacionalização dos mercados. Entretanto, para que os programas educacionais sejam efetivos, eles também precisam ser avaliados e reformulados, caso necessário. Os indicadores educacionais são de grande utilidade nos processos avaliativos das políticas públicas e são amplamente utilizados com esse propósito no Brasil. Este trabalho apresenta indicadores de evasão da educação superior da Região Norte do Brasil, agrupados por Estado da Federação e categoria administrativa. Esses indicadores foram calculados a partir dos microdados extraídos do Censo da Educação Superior do Inep no período de 2010 a 2014, e utilizados em um estudo comparativo para avaliar o desempenho das Instituições Púbicas Federais de Ensino Superior em funcionamento no Estado do Tocantins. Os resultados apontaram que nos Estados, de uma forma geral, a categoria pública federal apresentou melhor desempenho quanto à evasão que as demais categorias administrativas. Dentre as Instituições Federais, as do Estado do Tocantins apresentaram o quarto melhor índice de evasão. Na comparação entre as categorias administrativas dentro do Estado do Tocantins, as Instituições Federais apresentaram bom desempenho, obtendo o melhor índice médio de evasão anual no período.
Abstract: In recent decades, education has been changed mainly in Brazil. In higher education, the expansion of educational institutions, public and private, and the increasing number of vacancies were due to educational programs implemented by public policies of higher education nationwide. This new reality, characterized by the existence of various social programs, created conditions for the students without graduation perspective could have access to higher education. It is because of developmental needs of the Government, towards citizen’s formation in front of a global scenario of competitiveness and internationalization of markets. However, for the educational programs being effective, the politics also need to be evaluated and remodeled when necessary. Educational indicators are very useful in the evaluation’s processes of public policies and are widely used for this purpose in Brazil. This paper presents evasion indicators of higher education in the North Region of Brazil, among others, grouped by states from Federation, and administrative categories. These indicators were collected from the microdata of Higher Education census, extracted from INEP during 2010 to 2014. It is used to a comparative study in order to evaluate the performance of Higher Education Federal Institutions operating in the State of Tocantins. The results showed that in the states, in general, the federal category presented better indicators on the evasion that the other administrative categories. Among the federal institutions, the State of Tocantins had the fourth best evasion rate. Comparing the administrative categories within the State of Tocantins, the federal institutions performed well, achieving the best average rate of annual evasion in the period.
URI: http://hdl.handle.net/11612/241
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciano Correia Franco - Dissertação.pdf3.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.