Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/229
Author: Lucini, Andréia Cristina Guimarães Cantuária
Advisor: Pedroso Neto, Antônio José
Title: O espaço das construtoras e o Programa Minha Casa Minha Vida em Palmas - TO: o estado e a sociedade criando um mercado
Keywords: Sociologia econômica;Programa Minha Casa Minha Vida;Construtoras;Palmas - TO
Issue Date: 17-Jun-2013
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional - PPGDR
Citation: LUCINI, Andréia Cristina Guimarães Cantuaria. O espaço das construtoras e o Programa Minha Casa Minha Vida em Palmas - TO: o estado e a sociedade criando um mercado. 2013. 165f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Palmas, 2013.
Resumo: Esta dissertação busca estabelecer uma relação entre o desenvolvimento da política habitacio-nal do governo federal, o crescimento ou a expansão das construtoras, vistas como agentes sociais desse mercado, atuantes ou não na habitação de interesse social, e o campo econômico formado por esses agentes. Para isso, foi realizada uma análise de correspondência múltipla (ACM), com as características de 20 empresas de construção de habitações e seus proprietá-rios em Palmas, Tocantins. O setor da construção civil tem sido apontado como importante na manutenção do crescimento econômico do país mesmo em meio à série crise econômica que atinge o espaço mundial. Essa visão tem sido corroborada pelo desenvolvimento de uma polí-tica habitacional, já iniciada no governo anterior, com forte injeção de capital nesse segmento a partir do crédito habitacional e da unificação de vários programas habitacionais em um só – o Programa Minha Casa Minha Vida, que atinge tanto a habitação de interesse social, quanto a habitação de mercado. Em Palmas, essa inserção do crédito habitacional tem produzido pro-fundas mudanças na paisagem, no seu espaço físico, com inter-relação com seu espaço social e econômico, pois não é possível, a partir dessa percepção do espaço como mercadoria, deixar de observar sua produção social, superando uma visão apenas economicista do setor habita-cional. O mundo social se relaciona com a política habitacional em Palmas por meio de uma necessidade social básica que é a habitação, de ações de agentes públicos e privados. O espa-ço ocupado por esses agentes no campo econômico sofre interferências diretas e indiretas da política habitacional desenvolvida pelo governo federal. Por meio da ACM, foi possível esta-belecer elos que interligam essa rede de relações e construir elementos que elevem a percep-ção da atuação dos agentes no mundo social, demonstrando a posição divergente no espaço entre as empresas de habitação de interesse social e as empresas de habitação de mercado.
Abstract: This dissertation aims to establish a connection between the development of the federal gov-ernment housing policies, the growth or expansion of the construction companies seen as so-cial agents of this market, acting or not in the social housing, and the economic field framed by these agents. For that purpose, a multiple correspondence analysis (ACM) was carried out, with the characteristics of 20 construction firms and their owners in Palmas, State of Tocan-tins. The civil construction sector has been revealed as very important in the maintenance of the economic growth of the country, even when the world faces an economic crisis. This vi-sion has been underpinned by the development of a housing policy originated in the former government, with a strong capital injection in this segment starting from the housing credit and the joining of several housing programs in only one – the Minha Casa Minha Vida Pro-gram, that attains the social housing as well as the market one. In Palmas, this insertion of housing credit has brought forth acute changes in the scenario, in its physical space, with an interrelationship with its economic and social space; from this perception of the space as in-ventory or merchandise, it is possible to observe its social production that surpasses the exclu-sively economic criteria of the housing sector. The social world relates itself with the housing policies in Palmas through a basic social need, the habitation, and through the action of public and private agents. The space that these agents take up in the economic field undergoes direct and indirect interferences of the housing policy that is developed by the federal government. Through the ACM, it was possible to establish links that connect this relations network and to constitute elements that may highten the action of the agents in the social world, thus demon-strating the divergent position in the space between the social housing firms and the market housing enterprises.
URI: http://hdl.handle.net/11612/229
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andréia Cristina Guimarães Cantuaria Lucini - Dissertação.pdf3.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.