Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/172
Author: Sousa, Jhone Tallison Lira de
Advisor: Sousa, Luciano Fernandes
Title: Utilização do farelo do mesocarpo do babaçu (Orbignya speciosa) na alimentação de borregas
Keywords: Consumo;Digestibilidade;Fermentação;Granulometria
Issue Date: 13-Mar-2015
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal Tropical - PPGCat
Citation: SOUSA, Jhone Tallison Lira de. Utilização do farelo do mesocarpo do babaçu (Orbignya speciosa) na alimentação de borregas.2015. 76f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal Tropical) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal Tropical, Araguaína, 2015.
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo descrever as características nutricionais, bem como as limitações de uso do farelo do mesocarpo do babaçu (FMB) na alimentação de borrega. O experimento foi conduzido na Universidade Federal do Tocantins, Campus de Araguaína no setor de ovinocaprinocultura e no laboratório de análises in vitro e parâmetros ruminais. Foram realizados dois experimentos. O primeiro experimento foi composto de duas partes, a primeira avaliando o consumo e digestibilidade e a segunda o comportamento ingestivo. Vinte borregas foram distribuídos em diferentes inclusões do FMB (0; 7,5; 15; 22,5% MS), em delineamento inteiramente ao acaso, com cinco repetições por tratamento. O segundo experimento teve como objetivo demonstrar a cinética de fermentação e degradabilidade in vitro da matéria seca, por meio de uma adaptação da técnica “Hohenheim Gas Test”. Nesse segundo experimento foram conduzidos dois ensaios: o primeiro utilizando o subproduto puro FMB e milho como uma fonte padrão e o segundo utilizando rações com inclusões da FMB nas seguintes proporções: 0%; 7,5%; 15% e 22,5%. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, sendo seis blocos no primeiro ensaio e cinco no segundo ensaios. Observou-se aumento linear para os consumos de matéria seca g/animal/dia. A digestibilidade da matéria seca foi afetada negativamente com a inclusão do subproduto. Os tempos absolutos de ingestão, ruminação e ócio não foram afetados. O FMB apresenta granulometria abaixo de 8mm sendo considerado extremamente fino. Houve diferença significativa (P<0,05) entre as equações e curva de produção de gases, onde o milho grão (MG) apresentou maior produção de gases (PG) que o FMB. Os concentrados com as inclusões do FMB apresentaram padrões de cinética de fermentação inferiores as rações sem inclusões do subproduto (0%). O FMB, pode ser utilizado na alimentação de borregas, todavia o mínimo de inclusão já altera o consumo dos animais o comportamento e a cinética de fermentação ruminal in vitro dessa forma ressalvas devem ser feitas quanto a sua utilização.
Abstract: This study aimed to describe the nutritional characteristics as well as the use of limitations babassu mesocarp bran (BMB) in power lambs. The experiment was conducted at the Federal University of Tocantins, Araguaína Campus in sheep and goat farming industry and in laboratory tests and in vitro ruminal fermentation. Two experiments were conducted. The first experiment consisted of two parts, the first assessing the intake and digestibility and the second feeding behavior. Twenty lambs were distributed in different inclusions of BMB (0, 7.5, 15, 22.5% DM) in a completely randomized design, with five replicates per treatment. The second experiment aimed to demonstrate the kinetics of fermentation and in vitro degradability of the dry matter, via a technical adaptation "Hohenheim Gas Test". In this second experiment were conducted two tests: the first using the pure-product BMB and corn as a standard source and the second using diets with inclusions of BMB in the following proportions: 0%; 7.5%; 15% and 22.5%. The experimental design was randomized blocks, six blocks in the first test and five in the second test. There was a linear increase in the intake of dry matter g/animal/day. The dry matter digestibility was negatively affected by the inclusion of by-product. The absolute times of eating, ruminating and idleness were not affected. The BMB has grain size below 8 mm is considered extremely thin. There were significant differences (P <0.05) between the equations and gas production curve, where corn grain (CG) showed higher production of gas (PG) that the BMB. The concentrates with BMB inclusions had lower fermentation kinetics patterns diets without byproduct of inclusions (0%). The BMB can be used as feed for lambs, however minimal changes have included the use of animal behavior and ruminal fermentation in vitro kinetic thus reservations should be made regarding its use.
URI: http://hdl.handle.net/11612/172
Appears in Collections:Mestrado em Ciência Animal Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jhone Tallison Lira de Sousa - Dissertação.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.