Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/161
Author: Cecchin, Hareli Fernanda Garcia
Advisor: Parente, Temis Gomes
Title: O desempoderamento de mulheres beneficiárias do programa Bolsa Família: questões de gênero no acampamento Ilha Verde – TO
Keywords: Gênero;Empoderamento;Programa Bolsa Família
Issue Date: 28-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
Program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional - PPGDR
Citation: CECCHIN, Hareli Fernanda Garcia. O desempoderamento de mulheres beneficiárias do programa Bolsa Família: questões de gênero no acampamento Ilha Verde – TO. 2016. 129f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Palmas, 2016.
Resumo: A pesquisa teve como objetivo analisar os efeitos do Programa Bolsa Família no cotidiano das mulheres beneficiárias do Acampamento Ilha Verde, com foco nas relações de gênero e empoderamento. Este Acampamento está localizado no município de Babaçulândia, no interior do estado do Tocantins, distante 446 quilômetros da capital Palmas. Metodologicamente utilizou-se a História Oral, para entender as questões de gênero e empoderamento das mulheres, sobretudo a trajetória daquelas historicamente excluídas dos documentos escritos, neste caso, as mulheres do Acampamento Ilha Verde. Nas entrevistas às mulheres narraram sobre o seu cotidiano; o modo como lidam com o benefício do Programa Bolsa Família e como esse benefício influencia no orçamento doméstico. Buscou-se compreender em que medida o Programa consegue desencadear o processo de empoderamento ou não das famílias beneficiadas, dentro das três dimensões: Pessoal, Relação Interpessoal e Coletiva propostas por Zapata et. al. (2008). Percebeu-se dentro destes pressupostos teóricos de Zapata, o Programa Bolsa Família não contribuiu para empoderar as mulheres em todas as dimensões. Na pesquisa identificou-se quase a totalidades dos fatores inibidores do empoderamento e nenhum dos fatores impulsionadores.
Abstract: The research aimed to examine the effects of the Programa Bolsa Familia in the daily lives of women beneficiaries Ilha Verde Settlement, with a focus on gender empowerment and relationships. This camp is located in the municipality of Babaçulândia inside the state of Tocantins, distant 446 km from the capital Palmas. Methodologically used the Oral History, to understand gender issues and women's empowerment, especially the trajectory of those historically excluded from the written documents, in this case, Ilha Verde Settlement women. In interviews with women narrated about his daily life; the way they deal with the benefit of the Programa Bolsa Familia and how that benefit influence on the household budget. He sought to understand the extent to which the Program can trigger the process of empowerment or not of the families within the Personal, Close Relationships and Collective Dimension’ proposed by Zapata et. al. (2008). It was noticed within these theoretical assumptions of Zapata, the Programa Bolsa Familia did not contribute to empower women in all dimensions. In the research identified almost the wholes of the inhibiting factors of empowerment and none of the push factors.
URI: http://hdl.handle.net/11612/161
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hareli Fernanda Garcia Cecchin - Dissertação.pdf1.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.