Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1147
Authors: Oliveira Júnior, Elvio Juanito Marques de
metadata.dc.contributor.advisor: Demarchi, André
Title: @Kwẽ-xerente: a ressignificação das tradições culturais e o protagonismo indígena no Facebook
Keywords: Akwẽ-Xerente; Facebook; Ressignificação; Cultura; Redes sociais digitais; Resignification; Culture; Digital social networks
Issue Date: 18-Sep-2018
Citation: OLIVEIRA JÚNIOR, Elvio Juanito Marques de. @Kwẽ-xerente: a ressignificação das tradições culturais e o protagonismo indígena no Facebook. 2018. 130f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Sociedade) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Sociedade, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: Discute-se aqui os povos Akwẽ-Xerente, habitantes do cerrado brasileiro, e suas relações com as redes sociais digitais. Analisa-se a apropriação das tecnologias de comunicação e informação por esta população indígena, especialmente nas aldeias Salto e Porteira, e as consequências culturais e sociais desse processo. A pesquisa utilizou-se dos métodos da etnografia e da ramificação conhecida por etnografia digital ou “netnografia”, o que possibilitou o aprofundamento em torno da historicidade sociocultural e das tecnologias na Área Indígena Xerente. Além disso, é compreensível que os Akwẽ, ao estarem no “ciberespaço”, especialmente no Facebook, estão diante da “indigenização da modernidade”, em que ressignificam suas tradições com a presença do universo digital, paralelo à manutenção de seus elementos culturais próprios, como o ritual Dasĩpe. Assim, o ciberativismo indígena se faz presente, enfatizando o protagonismo e o empoderamento Akwẽ. Os Xerente são também digitais, aqui nomeados de @kwẽ-Xerente. O presente trabalho comprova por fim que não há substituição de traços culturais por tecnologias, pelo contrário, há um nítido processo de complementação em que a cultura akwẽ é potencializada pelas redes sociais digitais
Abstract: The interaction between Akwẽ-Xerente people and digital social networks is discussed in this work. It analyzes the appropriation of communication and information technologies by this indigenous population, especially in the tribes Salto and Porteira, as well as the cultural and social consequences of this process. The research used the methods of ethnography and branching, known as digital ethnography or netnography, which allowed the deepening around the socio-cultural historicity and technologies in the Xerente Indigenous area. In addition, it is understandable that the Akwẽ, being in the "cyberspace", especially on Facebook, are facing the "indigenization of modernity", in which they resignify their traditions with the presence of the digital universe, parallel to the maintenance of their own cultural elements, as the Dasĩpe. Thus, indigenous cyber-activism is present, to the point where they emphasize the empowerment of Akwẽ-Xerente. Therefore, the Xerente are also digital, here named Akwẽ-Xerente, and also prove that there is no substitution of pluricultural traits for technologies, on the contrary, there is a clear process of complementation in which culture is enhanced by digital social networks
URI: http://hdl.handle.net/11612/1147
Appears in Collections:Mestrado em Comunicação e Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elvio Juanito Marques de Oliveira Júnior - Dissertação.pdf11.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.