Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1077
Authors: Reis, Geovane Rossone
metadata.dc.contributor.advisor: Rodrigues, Waldecy
Title: A utilização do uso de evidências científicas como política pública para a otimização na disponibilidade de vagas em UTI no Tocantins
Keywords: Unidade De Terapia Intensiva; Admissão dos pacientes; Protocolos de sedação; Controle das infecções; Tempo de Permanência; Custos assistenciais; Taxa de mortalidade; Intensive Care Unit; Lenght of stay; Hospital infection; Deep sedation; mortality; Quality Assessment of Health Care e Cost Efficiency Analysis
Issue Date: 3-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol
Citation: REIS, Geovane Rossone. A utilização do uso de evidências científicas como política pública para a otimização na disponibilidade de vagas em UTI no Tocantins. 2018. 74f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: A disponibilização de vagas em unidades de terapia intensiva no Tocantins se tornou um grave problema de saúde pública, neste sentido, através da identificação de estudos e do levantamento de dados de trabalhos que resultaram da análise de variáveis que geraram melhores indicadores de qualidade em terapia intensiva, como a diminuição do tempo de permanência, dos custos assistenciais e da taxa de mortalidade, visando explicitar critérios científicos e tecnocracia como política pública para admissão de pacientes, e o controle das infecções como forma, direta ou indireta, de garantir maior oferta de leitos de UTI, esta pesquisa foi desenvolvida analisando dados de pacientes internados nos hospitais públicos do Estado do Tocantins, com o fito de propor políticas públicas baseadas em evidências científicas a fim de contribuir para a otimização de vagas nas UTIs. Trata-se de uma pesquisa documental retrospectiva, quantitativa e de método estatístico através de correlação e comparação de dados, que foram coletados de pacientes internados entre janeiro e dezembro de 2017 nas três principais UTIs públicas do Tocantins, iniciada de uma revisão sistemática da literatura que buscou artigos científicos, em língua portuguesa e inglesa, nas bases de dados Medline, Cochrane, Portal de periódicos Capes, Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde - Bireme, Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde - Lilacs e Scientific Electronic Library Online – Scielo. Os dados deste estudo mostraram uma estreita relação entre a adoção de critérios para admissão de pacientes e o controle das infecções na redução do tempo de permanência, da taxa de mortalidade e dos custos hospitalares. Evidências encontradas nos resultados desta pesquisa mostram que a aplicação da medicina baseada em evidências na gestão de políticas públicas em saúde, sobretudo nas unidades de terapia intensiva, pode corroborar para melhores indicadores de qualidade, com maior oferta de leitos e, consequentemente menor tempo de espera, menor taxa de mortalidade e menores custos.
Abstract: The availability of vacancies in intensive care units in Tocantins has become a serious public health problem, on this level, Through the identification of studies and data collection of studies that resulted from the analysis of variables that generated better indicators of quality in intensive care, such as the reduction of length of stay, costs of care and mortality rate, with a view to explaining scientific and technocracy as a public policy for patient admission, and infection control as a direct or indirect way of guaranteeing a greater supply of ICU beds, this research was developed by analyzing data from patients hospitalized in public hospitals in the State of Tocantins, with the aim of to propose public policies based on scientific evidence in order to contribute to the optimization of vacancies in ICUs. This is a retrospective, quantitative and statistical documentary survey through correlation and data comparison, which were collected from patients hospitalized between January and December 2017 in the three main public ICUs in Tocantins, beginning with a systematic review of the literature sought scientific articles in Portuguese and English in the Medline, Cochrane, Capes journals portal, Latin American and Caribbean Center on Health Sciences Information - Bireme, Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences - Lilacs and Scientific Electronic Library Online - Scielo. The data from this study showed a close relationship between the adoption of criteria for admission of patients and the control of infections in reducing length of stay, mortality rate and hospital costs. Evidence found in the results of this research shows that the application of evidence-based medicine in the management of public health policies, especially in intensive care units, can corroborate better quality indicators, with a greater supply of beds and, consequently, shorter waiting times , lower mortality rate and lower costs.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1077
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Geovane Rossane Reis - Dissertação.pdf2.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.