Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1037
Authors: Nunes, Klivia de Cássia Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Bezerra Neto, Luiz
Title: Escolas multisseriadas e os ideários pedagógicos: um estudo sobre as escolas do e no campo na região do Bico do Papagaio
Keywords: Concepções pedagógicas; Prática docente; Política de educação do e no campo; Escolas multisseriadas; Pedagogia histórico-crítica; Pedagogical Conception; Teaching Practice; Rural Educational Policy; Multigrade Schools; Historical-critical Pedagogy
Issue Date: 25-Jun-2018
Publisher: Universidade Federal de São Carlos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: NUNES, Klivia de Cássia Silva. Escolas multisseriadas e os ideários pedagógicos: um estudo sobre as escolas do e no campo na região do Bico do Papagaio. 2018.264f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, São Carlos, 2018.
metadata.dc.description.resumo: Esta tese teve como objetivo geral analisar as concepções pedagógicas que se materializam na prática dos professores das escolas multisseriadas e se expressam o ideário Por uma Educação do Campo conforme está posto nas políticas educacionais para essa modalidade de ensino. Tem-se como referência teórica o ideário da pedagogia histórico-crítica, cujas bases epistemológicas estão alicerçadas na concepção marxista, o que possibilita a apreensão dos processos pedagógicos sob os aspectos da finalidade e objetivo da educação. A problemática da pesquisa parte da indagação: Em que medida as práticas pedagógicas dos professores das escolas multisseriadas assumem e expressam as concepções de educação que estão presentes nas políticas educacionais, destinadas à educação do campo? As hipóteses de estudo são as de que 1. as práticas dos professores do meio rural estão ancoradas em uma perspectiva diferente da postulada pela concepção Por uma Educação do Campo e materializadas nas políticas educacionais. No entanto, tanto as práticas dos professores como as políticas educacionais seguem a égide do neoliberalismo, o que contribui para a fragilidade da luta dos trabalhadores que vivem no campo; 2. a pedagogia histórico-crítica (phc), ao defender o acesso ao conhecimento científico, produzido historicamente pela humanidade e por uma escola única, de forma a contribuir para a formação de sujeitos críticos, atuantes e conscientes da necessidade da transformação social, apresenta-se como alternativa de superação das propostas baseadas nos princípios teóricos do neoliberalismo. A tese central é de que os professores que trabalham nas classes multisseriadas não compreendem as teorias educacionais, entre elas, a PHC, nem a concepção por uma educação do campo para aplicá-las na prática. A pesquisa de campo foi realizada em escolas com classes multisseriadas de dois municípios da região do Bico do Papagaio/TO: Tocantinópolis e Araguatins. Como procedimentos de investigação, usaram-se as seguintes técnicas: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, pesquisa de campo, grupo focal, entrevista e questionário. Por meio da pesquisa, constatou-se que por seguirem a política educacional oficializada pelo Estado, estes municípios obedecem às prerrogativas postas nos documentos oficiais que foram feitas com base em acordos internacionais que, por sua vez, estão baseados no relatório Jacques Delors das Nações Unidas sobre a educação para o século XXI. No entanto, as práticas dos professores das escolas multisseriadas, apresentam desconhecimento das concepções pedagógicas contidas nos documentos oficiais e no ideário por uma educação do campo, porém, acabam por contribuir com o projeto ideológico da classe dominante, mesmo de forma não intencional. Com isso, evidencia-se que as práticas pedagógicas e as políticas educacionais para o campo seguem a égide do neoliberalismo, de forma que fragiliza a promoção consciência crítica do trabalhador rural na perspectiva de superação da sociedade de classe.
Abstract: This thesis aims to analyze the educational conceptions into teachers` practice in multigrade schools an express the main idea called Por uma Educação do Campo acording to educational policy to this modality teaching. As a teorical reference this study is based on Historical-Critical Pedagogy, whose the espitemological focus are reaseoned onto a marxist theory, which get a possibility to perceive the pedagogical process under the education goal. The main question used to carry out this research is: In what extend the educational practice of multigrade teachers assumes and express the conceptions of education that are present in the educational policies, delivered to the rural education? The hypotheses are: 1. The practice of rural teachers are based on a different approach from the conception Por uma Educação do Campo and founded on educational policy. However, both teacher`s practice and educational policy, follow the neoliberalism support, contributing to make fragile the struggle of the workers that living in rural area; 2. The historical-critical pedagogy theory, support that people must have access to the scientific knowledge made historically by humanity and in a unique education, in terms of contribute to personal development in a critical way and become aware of the need of social transformation . This idea presents as a choice to overcome the proposals based on neoliberalism orign. The main idea is that teachers working in multigrade class do not understand the educational theory as the Historical-Critical Pedagogy or even By a Field Education conception in a way that enables them to make it in practice. The reseach was conducted in rural schools with multigrade class in two cities at the Papagaio Beak / TO area: Tocantinópolis and Araguatins. The reseach methods used were the bibliografic reseach, documentary reseach, locus reseach, focus group, interview ans questionary. Through the research, it was found that by following the educational policy made official by the State, these cities obey the prerogatives put in the official documents that were made based on international agreements that are based on the Jacques Delors` report of the United Nations on education for the 21st century. However, the multigrade teachers` practices in schools present a gap of knowledge of the pedagogical conceptions into the the official recommendation and the ideals of Por uma Educação no Campo, nevertheless it contributing to the ideological project of the dominant social class, even in an unintentional way. Its makes evident that both pedagogical practice and rural educational policy follow the neoliberalism origin making fragile the awareness for the rural worker in terms of overcome the class society.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1037
Appears in Collections:Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Klívia de Cássia Silva Nunes - Tese.pdf2.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.