Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1036
Authors: Costa, Giovanna Felipe Cavalcante e
metadata.dc.contributor.advisor: Aversi-Ferreira, Tales Alexandre
Title: Plantas medicinais associadas a desordens mentais e neurológicas: uma comparação entre etnofarmacologia e testes farmacológicos
Keywords: Etnobotânica; Plantas medicinais; Educação Popular em Saúde; Etnofarmacologia; Ethnobotany; Medicinal plants; Popular Education in Health; Ethnopharmacology
Issue Date: 27-Sep-2018
Citation: COSTA, Giovanna Felipe Cavalcante e. Plantas medicinais associadas a desordens mentais e neurológicas: uma comparação entre etnofarmacologia e testes farmacológicos.2018. 64f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Saúde) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Saúde, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: O uso de plantas para fins terapêuticos é relatado na América do Sul desde tempos remotos e ocorre em muitas comunidades como a única forma de tratamento de enfermidades. Este uso se estende desde problemas respiratórios, gastrointestinais á enfermidades do Sistema Neural. Indicações como calmante, sedativo e até para demências são frequentes. No entanto, apesar do uso em diversas classes sociais alguns problemas estão relacionados ao uso como a contaminação por outras plantas ou partes de insetos, diminuição dos efeitos esperados, efeitos adversos são comuns. Além desses entraves quanta a comercialização e fiscalização, há a demanda para a capacitação dos profissionais de saúde. Os profissionais de saúde da atenção básica podem atuar de forma a orientar quanto ao uso das plantas medicinais e contribuir para a diminuição de efeitos adversos em decorrência da dose ou indicação inadequadas. Dessa forma objetivou-se realizar o levantamento bibliográfico das plantas utilizadas para acometimentos do Sistema Neural e confrontar esses resultados com testes farmacológicos. Na literatura há testes farmacológicos que comprovam as ações medicinais dessas plantas. Entretanto, quando comparadas as indicações populares podem haver divergências. Dessa forma, é necessário mais estudos etnobotânicos e o confronto com os testes farmacológicos, além de incluir as informações pertinentes a essa terapêutica na formação dos profissionais de saúde.
Abstract: The use of plants for therapeutic purposes has been reported in South America since ancient times and occurs in many communities as the only form of treatment of diseases. The use of medicinal plants ranges from respiratory, gastrointestinal problems to diseases of the Neural System. Indications such as demulcent, sedative and even for dementias are frequent. Despite the use in various social classes some problems are related to use of medicinal plants like contamination by other plants or parts of insects, decreased expected effects, and adverse effects are common. In addition to these barriers to commercialization and inspection, there is a demand for the training of health professionals. Primary health care professionals can act to guide the use of medicinal plants and contribute to the reduction of adverse effects due to inadequate dose or indication. The objective of this study was to carry out a bibliographic survey of the plants used for the Neural System Disorders and to compare these results with pharmacological tests. In the literature there are pharmacological tests that prove the medicinal actions of these plants. However, when compared to the popular indications, there may be differences. Thus, more ethnobotanical studies and confrontation with pharmacological tests are necessary, besides including information pertinent to this therapy in the training of health care professionals.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1036
Appears in Collections:Mestrado em Ensino de Ciência e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Giovanna Felipe Cavalcante e Costa - Dissertação.pdf2.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.