Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1033
Authors: Melo, Rayssa Lima de
metadata.dc.contributor.advisor: Naval, Liliana Pena
Title: Remoção de glifosato a partir de soluções aquosas utilizando carvão ativado para fins de reúso
Keywords: Tratamento complementar de efluentes; Remoção de pesticidas; Saúde ambiental e humana; Effluent treatment; Pesticides Removal; Environmental and human health
Issue Date: 24-Sep-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: MELO, Rayssa Lima de. Remoção de glifosato a partir de soluções aquosas utilizando carvão ativado para fins de reúso.2018. 57f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: Um dos principais problemas da prática de reúso de efluentes é a presença de micro contaminantes e seus riscos potenciais, especialmente devido ao fato de que muitos desses compostos não são totalmente removidos pelos processos convencionais de tratamento. Em destaque entre tais contaminantes estão os pesticidas, em especial o glifosato, que por seu uso crescente, com aplicações tanto urbanas quanto rurais, tem sido frequentemente relatado presente em estações de tratamento de esgoto, água e nos diversos compartimentos ambientais. Diante de estudos que levantam a possibilidade desse pesticida ser nocivo à saúde humana e tomando como partida a importância do reúso seguro de efluentes como medida de gestão e manutenção da disponibilidade hídrica, se fazem necessários estudos sobre tratamentos eficientes na remoção desse contaminante como fase terciária em estações de tratamento de esgoto. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo subsidiar o tratamento complementar de efluentes que possibilite melhor qualidade para a prática de reúso, minimizando a exposição ambiental e humana a compostos nocivos. Para isso avaliou-se a eficiência da adsorção em carvão ativado pulverizado para remoção de glifosato a partir de soluções aquosas. Foram realizados ensaios de adsorção mantendo a concentração inicial de glifosato a 79,5 mg/L e otimizando as variáveis dosagem de adsorvente (0,1-4g), pH (4-7) e velocidade de agitação (150-250 rpm) para obter a melhor resposta de remoção de glifosato a partir da Metodologia de Superfície de Resposta (MSR) e Delineamento Composto Central Rotacional (DCCR), com tempo de contato de 2 h (duas horas) e temperatura de 30ºC. O adsorvente utilizado é fabricado a partir do endocarpo de coco babaçu (Attalea ssp) e pelo processo de ativação física com vapor de água. A partir dos resultados alcançados constatou-se que o processo de adsorção em carvão ativado a partir da otimização experimental foi eficiente na remoção de altas concentrações de glifosato em água (59,7%), o que torna possível o emprego da técnica no tratamento terciário de efluentes gerando água com melhor qualidade para reúso, em termos de concentração e exposição a esse pesticida.
Abstract: One of the main problems in the practice of effluent reuse is the presence of micro-contaminants and their potential risks, especially because many of these compounds are not totally removed by conventional treatment processes. Particularly noteworthy among these contaminants are pesticides, especially glyphosate, which due to its increasing use, with both urban and rural applications, have been frequently reported in sewage treatment plants, in water and in various environmental compartments. In face of studies that raise the possibility of this pesticide being harmful to human health and taking as a starting point the importance of safe reuse of effluents as a measure of management and maintenance of water availability, studies are needed on efficient treatments in the removal of this contaminant as tertiary phase in sewage treatment plants. In this context, the present work aimed to subsidize the complementary treatment of effluents that allows better quality for the practice of reuse, minimizing the environmental and human exposure to harmful compounds. For this, the adsorption efficiency in pulverized activated carbon was evaluated for the removal of glyphosate from aqueous solutions. Adsorption tests were performed maintaining the initial glyphosate concentration at 79.5 mg / L and optimizing the adsorbent (0.1-4g), pH (4-7) and agitation (150-250 rpm) dosage to obtain the best glyphosate removal response from the Response Surface Methodology (RSM) and Rotational Central Compound Design (RCCD), with a contact time of 2 h (two hours) and a temperature of 30 ° C. The adsorbent used is manufactured from the endocarp of babassu coconut (Attalea ssp) and by the physical activation process with water vapor. From the results obtained it was observed that the adsorption process in activated carbon from the experimental optimization was efficient in the removal of high concentrations of glyphosate in water (59.7%), which makes possible the use of the technique in tertiary treatment of effluents generating better quality water for reuse in terms of concentration and exposure to this pesticide.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1033
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rayssa Lima de Melo - Dissertação.pdf3.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.