Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11612/1027
Authors: Rodrigues, Cássio Milhomens
metadata.dc.contributor.advisor: Seibert, Carla Simone
Title: Mitos, crenças, epidemiologia e toxicidade do veneno da serpente do gênero Crotalus, do cerrado tocantinense
Keywords: Crotalus collilineatus; Chiococca alba; Toxicidade; Epidemiologia; Toxicity; Epidemiology
Issue Date: 5-Jul-2018
Publisher: Universidade Federal do Tocantins
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente - Ciamb
Citation: RODRIGUES, Cássio Milhomens. Mitos, crenças, epidemiologia e toxicidade do veneno da serpente do gênero Crotalus, do cerrado tocantinense.2018. 87f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente, Palmas, 2018.
metadata.dc.description.resumo: O gênero Crotalus pertence a família Viperidae e é popularmente conhecido como cascavél. Seu veneno é reconhecido como fonte biológica de moléculas capaz de produzir danos irreversíveis na saúde dos seres humanos. O presente trabalho foi desenvolvido com a finalidade de estudar os mitos e as crenças, o perfil epidemiológico e toxicológico do veneno das serpentes do gênero Crotalus, para o estado do Tocantins. Para isso, foi realizado levantamento bibliográfico para avaliar os mitos e as crenças que cercam esses animais. Os agravos por serpentes do gênero Crotalus durissus foram obtidos da plataforma TabWin- SINAN, dos registros disponibilizados para os últimos cinco anos – 2012 a 2016, com informações sobre sexo, idade, soroterapia, evolução do caso e município de ocorrência. Também foi analisada a precipitação pluviométrica e temperatura, para avaliar variáveis facilitadoras do encontro com esses animais. O veneno obtido de cascavéis Crotalus durissus collilineatus foi obtido de espécimes coletadas no Tocantins, para análise do seu perfil tóxico. Foram realizados ensaios proteicos, determinada atividade fosfolipásica, dose mínima coagulante, verificada a toxicidade (DL50) e o potencial anti-ofídico do extrato da planta Chiococca alba. Todos os ensaios foram conduzidos em paralelo com o veneno referência, cedido pelo Instituto Butantan – SP, da mesma espécie de serpente em estudo. Diante dos resultados foi possível avaliar que as crenças e os mitos sobre serpentes precisam ser desmistificados, para que, o medo possa ser minimizado e substituído pelo respeito a estes animais. Quanto ao aumento dos acidentes crotálicos no estado, deve-se considerar o alto grau de letalidade para a região norte do país, sendo a sazonalidade um importante fator que influencia nesses índices. Para o veneno de Crotalus durissus collilineatus os experimentos demonstraram ausência de crotamina para nos animais coletados no Tocantins, e a indicação de atividade antiofídica para o estrato da planta Chiococca alba.
Abstract: The genus Crotalus belongs to the family Viperidae and is popularly known as rattlesnake. Its venom is recognized as a biological source of molecules capable of producing irreversible damage to human health. The present work was developed with the purpose of studying the myths and beliefs, the epidemiological and toxicological profile of venom of snakes of the genus Crotalus, to the state of Tocantins. For this, a bibliographic survey was conducted to evaluate the myths and beliefs surrounding these animals. Crotalus durissus snake complaints were obtained from the TabWin-SINAN platform, from the records available for the last five years - 2012 to 2016, with information on sex, age, serum therapy, case evolution and municipality of occurrence. Rainfall and temperature were also analyzed to evaluate variables that facilitated the encounter with these animals. The venom obtained from rattlesnakes Crotalus durissus collilineatus was obtained from specimens collected in Tocantins, to analyze its toxic profile. Protein assays, phospholipase activity, minimal coagulant dose, toxicity (LD50) and anti-odor potential of the extract of the Chiococca alba plant were performed. All the tests were conducted in parallel with the reference venom, provided by the Butantan Institute - SP, of the same snake species under study. In view of the results it was possible to evaluate that the beliefs and myths about snakes need to be demystified, so that fear can be minimized and replaced by respect for these animals. As for the increase in crotalic accidents in the state, the high degree of lethality for the northern region of the country should be considered, with seasonality being an important factor that influences these indices, the highest incidence occurring on colder days and with higher rainfall. For the venom of Crotalus durissus collilineatus, the experiments demonstrated the absence of crotamine in the animals collected in Tocantins and the indication of antiofidic activity for the stratum of the Chiococca alba plant.
URI: http://hdl.handle.net/11612/1027
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cássio Milhomens Rodrigues - Dissertação.pdf2.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.